Escudos cristalinos

Mestre em Ensino na Educação Básica (UFG, 2021)
Licenciada em Geografia (UFG, 2003)

Ouça este artigo:

Escudos Cristalinos ou Maciços Antigos são as províncias ou estruturas geológicas mais antigas do planeta Terra. Em razão de sua formação que remonta ao período Pré-cambriano, são as formações mais desgastadas da crosta terrestre e que contam com as rochas mais resistentes. São as bases, as estruturas que suportam o relevo e não devem ser confundido com este.

O que são estruturas ou províncias geológicas?

Estruturas geológicas são áreas que possuem a mesma origem e formação na escala geológica. São geradas pelos mesmos processos tectônicos e em período geológico semelhante. Há essencialmente três tipos de estrutura geológica:

Origem e formação dos Escudos Cristalinos

Os escudos cristalinos foram formados à época da consolidação do planeta Terra, do resfriamento e formação da litosfera, há bilhões de anos. Em um período conhecido como Pré-Cambriano, entre as eras Arqueozoica e Proterozoica. Também em razão desta característica, alguns autores preferem denominar esse arcabouço geológico como Maciços Antigos, esta denominação faz referência à resistência das rochas e à idade da formação.

Por serem estruturas muito antigas, têm sofrido durante todo esse tempo o desgastes dos agentes intempéricos, como a chuva, a neve, o vento e os seres vivos. São as formações mais erodidas e quando não estão recobertas por camadas de sedimentos, apresentam relevo aplainado e por vezes arredondado.

Movimentação Tectônica em Terrenos Cristalinos

Mesmo sendo estruturas que desfrutam de relativa estabilidade tectônica, e que possuem as rochas mais sólidas e estáveis, são nesses terrenos, que a pressão do magma ocasiona falhas ou fraturas na litosfera. Esse processo é sucedido por deslocamento vertical de blocos, soerguendo e rebaixando a superfície. Esse processo é conhecido na Geomorfologia como Epirogênese. Como a maior parte de dos eventos geológicos, esse é um processo que leva milhares de anos para se consolidar.

Composição dos Escudos Cristalinos

Em razão dos efeitos do tempo, os Escudos Cristalinos, como o próprio nome sugere, são compostos por rochas bastante resistentes, densas. Dois tipos de rochas os compõem: rochas magmáticas ou ígneas e as rochas metamórficas.

A composição mineral dessas estruturas está condicionada ao período de formação. Vejamos:

  • Terrenos cristalinos proterozoicos – os escudos cristalinos formados na era proterozoica são hoje essencialmente constituídos por minerais metálicos como o ferro, bauxita, o manganês e ouro.
  • Terrenos cristalinos arqueozoicos – são estruturas que deram origem a minerais não-metálicos como o granito e a ardósia.

Escudos Cristalinos pelo Mundo

  • Finoescandinavo, localizado no norte da Europa, na península escandinava;
  • Siberiano, situado no continente asiático, abrange o território da Rússia;
  • Canadense, na América do Norte;
  • Sul-Africano, abrange a porção centro-sul do continente africano;
  • Guiano, localizado na porção equatorial do continente sul-americano;
  • Patagônico, abarca os terrenos situados no extremo sul do continente americano.

Escudos Cristalinos no Brasil

O monte Roraima, no extremo-norte do Brasil, está situado no Escudo cristalino da Guiana. Foto: Alexander Markelov / Shutterstock.com

Mais de um terço da superfície do nosso país estão sobre estruturas de Escudos Cristalinos. As três principais formações são: o Escudo das Guianas, no extremo norte do território, o Escudo do Brasil Central, com maior extensão e o Escudo Atlântico, que abrange a porção leste do país.

Nos estados de Minas Gerais e do Pará o subsolo nessas estruturas são explorados economicamente pela atividade mineradora. São essas jazidas de minerais metálicos, dos escudos cristalinos, que assegura o lugar do país no topo dos exportadores mundiais de minérios como o ferro, cobre, ouro e alumínio.

Importância Econômica dos Escudos Cristalinos

No mundo, os escudos cristalinos são fonte de minerais explorados economicamente. Não apenas o minério de ferro e os demais minerais metálicos, como alumínio, cobre e ouro, tão importantes para as transformações do espaço e produção de tecnologia, mas também os minerais não metálicos utilizados na construção civil e como matéria-prima para decoração. Os minerais não-metálicos explorados e comercializados no país e no exterior são o granito e a ardósia.

Fontes:

TEIXEIRA et al. 2000. Decifrando a Terra, Ed. Oficina de Textos, São Paulo.

Geografia Geral e do Brasil Volume Único - Ensino Médio - Elian Alabi Lucci - Anselmo Lazaro Branco e Cláudio Mendonça – Saraiva – 2005

Estrutura geológica e mineração – Ms. Marcus Vinicius Castro Faria http://educacao.globo.com/geografia/assunto/geografia-fisica/estrutura-geologica-e-mineracao.html

Noções básicas de geomorfologia - Lucivânio Jatobá http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/modules/mydownloads_01/visit.php?cid=76&lid=4363

Arquivado em: Geologia