Reggae

O Reggae não é simplesmente mais um ritmo musical, ele é um estilo, um modo de vida, uma crença, uma plataforma social e política. Ele surge na Jamaica, e engloba várias outras cadências musicais, como o ska, o rocksteady, o dub, dancehall, ragga, sonoridades africanas e o calipso. A denominação ‘reggae’ nasceu do som produzido pela guitarra ao se tocar este ritmo – re, ‘movimento para baixo’, e gae, ‘movimento para cima’.

Ilustração: Megin / Shutterstock.com

Ilustração: Megin / Shutterstock.com

Este gênero musical nasce nos anos 60 e depois se transforma em dois subgêneros, o original, conhecido como ‘roots reggae’, e o ‘dancehall reggae’, típico dos anos 70. Normalmente este ritmo é ligado aos rastafaris, adeptos de uma religião que vê no Imperador Haile Selassie I, da Etiópia, único rei africano a governar uma nação independente na África, uma divindade conhecida como Jah, uma abreviação de Jeová, inserida no texto sagrado da Bíblia do Rei James.

A expressão ‘Rastafari’ vem de Ras, duque ou chefe, e de Tafari, príncipe da paz. Esta manifestação espiritual emergiu na Jamaica, entre trabalhadores pobres e camponeses negros, na década de 30. Ela foi estimulada pela versão jamaicana de uma profecia contida na Bíblia, em parte resultado da posição inédita deste monarca em seu país, e também como alívio da dor de um povo submetido a uma intensa exploração histórica.

Outros fatores que impulsionam o crescimento dos rastafaris, um milhão de seguidores computados em 2000, em todo o planeta, cinco por cento da população jamaicana, são o uso religioso da maconha, os anseios políticos e africanizantes cultivados por seus membros, e os ensinamentos ministrados por Marcus Garvey, reputado como um profeta entre eles, o qual moldou cultural e politicamente este movimento. Esta doutrina professa que os afro-descendentes devem buscar a transcendência de seus problemas por meio da militância política e espiritual.

Mas o reggae não se limita ao rastafarianismo, ele engloba temas como o amor, o sexo e as questões sociais. Seu ritmo é leve e dançante, com toques característicos, produzidos especialmente pela guitarra, o contrabaixo e a bateria. Boicotado, a princípio, pelas rádios brancas, celebrizou-se em todo mundo graças à maestria de músicos como Bob Marley e Jimmy Cliff. Nos anos 50 emergem as grandes estrelas do reggae, como Delroy Wilson, Bob Andy, Burning Espear e Johnny Osbourne, bem como as bandas The Wailers, Ethiopians, Desmond Dekker e Skatalites.

No ínicio dos anos 70, a canção I Can See Clear Now, de Johnny Nash, subiu ao primeiro lugar nas paradas de sucesso no Reino Unido e nos EUA. Este período foi o auge deste gênero musical. Hoje, diversos artistas e bandas assumiram este ritmo, movimento que se iniciou nos anos 80, com Eric Clapton, Rolling Stones e Paul Simon. Atualmente destacam-se Ziggy Marley, Beres Hammond, Pulse, UB 40 e Big Mountain.

Fontes
http://www.suapesquisa.com/reggae/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Reggae

Arquivado em: Música