Catar

O Estado do Catar (Dawlat Qaṭar, em árabe) é um país independente localizado na Ásia ocidental, na península arábica. A capital do país é Doha, e sua área é de 11.437 km², cerca da metade da área do estado de Alagoas. A população é de 1.6 milhões de habitantes, sendo a maioria descendentes de árabes e alguns comerciantes persas. A principais religião do país é o islamismo. Como língua oficial, o Catar adota o árabe. A moeda é o rial catari. O Catar possui limites com o Golfo Pérsico (norte, leste e oeste) além da Arábia Saudita ao sul.

A área do atual Catar é habitada há milênios. A família Al Khalifa (que agora governa Bahrain) domina a região até 1868, quando, a pedido de nobres do Catar, os britânicos negociam o fim do domínio Khalifa, exceto no caso de pagamento de tributos. O pagamento de tributos termina quando o Império Otomano ocupa o Catar em 1872. Os otomanos deixam o país no início da Primeira Guerra Mundial, e os britânicos estabelecem um protetorado sob o Catar, reconhecendo o xeque Abdullah bin Jassim Al Thani como governante.

Durante as décadas de 1950 e 1960, as receitas do petróleo aumentam gradualmente, trazendo rápido progresso social. Em 1968 o Reino Unido anuncia que não irá mais manter o protetorado que exercera até então sob os emirados do Golfo. O Catar decide juntar-se aos outros oito estados sob proteção britânica (os sete emirados da Trégua, que consistiam nos atuais Catar, nos emirados que formariam os Emirados Árabes Unidos, além do Bahrein) em um plano para formar uma união de emirados árabes.

Em meados de 1971, como a data de cessação da relação de protetorado britânico (ao final de 1971) se aproximava, os nove ainda não haviam concordado nos termos da união. Assim, Catar declarou a independência como uma entidade separada e tornou-se o independente Estado do Catar a 3 de setembro de 1971. Em fevereiro de 1972, o herdeiro, xeque Khalifa bin Hamad, depõe o seu primo, Amir Ahmad, e assume o poder. Membros-chave da família Al Thani apoiam esta iniciativa, que ocorreu sem violência ou sinais de instabilidade política.

A 27 de junho de 1995, o xeque Hamad bin Khalifa, depôs seu pai, Amir Khalifa, em um golpe de Estado. Uma mal sucedido contragolpe foi encenado em 1996. Amir e seu pai se reconciliaram, apesar de alguns defensores do contra-golpe permanecem na prisão. Recentemente, o Catar vem adotando práticas que o levam em direção à democracia, permitindo uma imprensa mais livre e mais aberta. Os cidadãos catari aprovaram uma nova constituição através de um referendo público em abril de 2003, sendo que a carta entrou em vigor em Junho de 2005.

Bibliografia:
Qatar profile (em inglês). Disponível em: <http://www.bbc.co.uk/news/world-middle-east-14702256>. Acesso em: 21 set. 2012.
Qatar (em inglês). Disponível em: <http://www.state.gov/outofdate/bgn/qatar/195943.htm>. Acesso em: 21 set. 2012.
Mapa: http://chinabangk.com/qatar-map.html

Arquivado em: Oriente Médio