História do Paquistão

Mestre em História Comparada (UFRJ, 2020)
Bacharel em História (UFRJ, 2018)

Publicado em 21/01/2022
Ouça este artigo:

O território hoje conhecido como Paquistão é resultado de diversas disputas de caráter religioso e político que ocorreram ao longo do século XX.

Entre 2500 a 1700 a.C, o território que viria ser o Paquistão foi berço da Civilização do Vale do Indo. No entanto, logo após sofreu diversas invasões de povos persas, gregos e turcos. Durante os séculos XVI e XVIII, a área integrou um dos grandes impérios da História, o Império Mogol (não confundir com Império Mongol).

Já em 1857, o território paquistanês constituía parte do Raj Britânico ou, mais popularmente, Índia britânica. O Raj britânico consiste nos territórios da Índia, Paquistão, Bangladesh e Myanmar. Essa área foi parte da dominação imperialista inglesa sob o continente asiático durante o século XIX até meados do século XX.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial (1939–1945), os movimentos de independência na colônia asiática atingiram seu ápice. Esse contexto pós-guerra foi oportuno, principalmente, porque os esforços da metrópole Inglaterra estavam voltados para a reconstrução das suas cidades.

Em 1947, com a conquista da independência e o fim da dominação britânica sob o território asiático, foi acordada a divisão do Raj Britânico baseada na Lei de Independência Indiana. Essa divisão da ex-colônia britânica é fruto dos conflitos existentes entre as populações da religião hindu e muçulmana ali presentes e também do interesse britânico em manter relações com dois estados separados.

Dessa forma, em um primeiro momento, estabeleceram-se dois Estados independentes: a Índia, de maioria hindu, e o Paquistão Ocidental e Oriental, de maioria muçulmana. É importante notar que apesar da distância física de 1.600 km entre os territórios paquistaneses ocidental e oriental, os dois continuam regidos pela mesma lei e integram uma mesma nação.

Os conflitos pós-independência

Apesar da divisão territorial, novos problemas envolvendo Índia e Paquistão surgiram no contexto pós-independência. Em especial as diásporas e as guerras.

As primeiras foram resultantes da segmentação religiosa realizada pelos dois territórios e resultou na migração de 17 milhões de pessoas, de ambos os lados. Pessoas que fugiam de um Estado violento e opositor às suas crenças.

Já os conflitos se iniciam em 1948, um ano após a independência, motivado pela vontade dos dois países em controlar o território da Caxemira.

Em 1971, estourou uma guerra civil no âmbito da independência do Paquistão Oriental em relação ao Paquistão Ocidental. Essa disputa permitiu demonstrar o poder indiano sobre o território asiático. Apoiando o Paquistão Oriental, os indianos ajudaram-no a se tornar um novo país, Bangladesh.

História recente

A consolidação de suas fronteiras não trouxe maior estabilidade política e desenvolvimento social para o Paquistão. As múltiplas Constituições adotadas pelo país e as recorrentes intervenções do exército, a mais recente durando de 1999 a 2008, exemplificam esse cenário. Os motivos, porém, são diversos.

No âmbito interno, podemos citar a construção do Estado e a estrutura social paquistanesa. Sobre o primeiro, trata-se da criação das suas leis, instituições e mecanismos de participação política.

Esse processo, e a política em geral, foi monopolizado pela elite econômica do país. Uma elite cujo foco era utilizar-se do governo para atender seus interesses privados. Além disso, tem a questão da composição da sociedade paquistanesa. Isto é, uma sociedade multiétnica — característica comum aos países da região.

Entretanto, a criação do Paquistão e a definição das suas fronteiras uniu grupos regionais de culturas e com projetos de nação diferentes. Elaborada arbitrariamente pelas forças coloniais, acabou forçando grupos como os pashtuns, os punjabi e os sindi a conviverem entre si. Situação que gera graves conflitos.

Leia também:

Bibliografia:

BURKI, Shahid Javed; ZIRING, Lawrence. “Pakistan”. Encyclopaedia Britannica. Disponível em: https://www.britannica.com/place/Pakistan. Acesso em: 13/11/2021.

MALIK, Iftikhar Haider. The history of Pakistan. Greenwood Publishing Group, 2008.

Pakistan country profile”. BBC News. Disponível em: https://www.bbc.com/news/world-south-asia-12965779. Acesso em: 13/11/2021.