Interjeição

Graduação em Letras Português e Inglês (Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2010)

A interjeição é a reação espontânea da emoção de determinadas situações. Elas expressam diferentes tipos de sentimentos como sensações e emoções e não possuem função sintática. Abaixo, algumas características para identificarmos as interjeições:

- Podem ser formadas por sons vocálicos, palavras ou conjuntos de palavras que são chamadas de locuções interjetivas e não sofrem variações de gênero (feminino e masculino), número (singular e plural) e grau (aumentativo e diminutivo). Por exemplo:

Ui!, Ah!, Oh – Sons Vocálicos.

Parabéns!, Atenção!, Obrigada! – Palavras.

Meu Deus!, Muito obrigada!, Que horror!, Muito Bem!, Que Pena!, Santo Deus!, Nossa senhora!, Puxa Vida! - Locução Interjetiva, quando apresentam duas ou mais palavras.

- Geralmente vêm acompanhadas pelo ponto de exclamação;

- Podem ser compreendidas sozinhas, sem nenhuma frase;

- Frequentemente, aparecem em histórias de quadrinhos, narrativa, poesia, músicas, placas de advertência, sinalização e recomendação.

A ideia expressa pela interjeição depende do contexto que ela é usada, depende da entonação que é colocada no momento da pronúncia dela. Por isso, pode acontecer duas situações:

- A mesma interjeição ser expressa por sentimentos diferentes. Por exemplo:

Ah! Não consegui o que eu queria... – Desapontamento

Ah! Que coisa linda! – Admiração

Ah! Machuquei meu dedo... - Dor

Ah! Então era você o dono do cachorro que estava sendo maltratado? – Reprovação

Ah! Meu namorado veio! – Alegria

- Diferentes interjeições exprimirem sentimentos semelhantes. Por exemplo:

Expressão de alegria:

Oba! Hoje à noite terá pizza!

Que bom! Deu tudo certo!

Viva! Conseguimos atingir a meta!

Eba! Sairei de férias na próxima semana!

Exemplos das interjeições:

  • Advertência: Cuidado!, Fogo!, Alerta!, Atenção!, Calma!
  • Admiração: Puxa!, Nossa!, Que coisa!, Ual!, Céus!
  • Afugentamento: Fora!, Xô!, Passa!, Sai!
  • Agradecimento: Obrigada!, Graças a Deus!, Agradecido!, Grato!
  • Alegria: Oba!, Viva!, Olé!, Eba!, Uhu!, Que bom!, Gol!, Iupi!, Que bom!, Opa!
  • Alívio: Ufa!, Ainda bem!, Ah!
  • Animação: Vamos!, Coragem!, Upa!
  • Apelo: Socorro! Alô!, Psiu!, Hei!
  • Aplauso: Bravo!, Parabéns!, Valeu!, Bis!, Muito bem! Isso!, Apoiado!, Boa!
  • Aversão: Droga!
  • Cansaço: Ufa!
  • Concordância: Claro!, Sim!
  • Chamamento: Alô!, Psiu!, Psit!, Ó!, Oi!
  • Cumprimento: Oi!, Olá!, Tchau!
  • Desapontamento: Ué!, Ah!
  • Desejo: Quem me dera!, Tomara!, Pudera!, Queira Deus!, Se Deus quiser!, Oxalá!
  • Desculpa: Perdão!, Desculpa!, Foi mal!, Desculpe!
  • Despedida: Tchau!, Adeus!, Até logo!
  • Dor: Ai!, Ui!, Que dor!, Ah!, Oh!
  • Dúvida: Hã?, Quem?, Hum?, Ué!
  • Estímulo: Ânimo!, Força!, Vamos!, Firme!, Adiante!, Avante!, Coragem!
  • Medo: Jesus!, Oh!, Cruzes!, Que horror!, Credo!
  • Reprovação: Ora bolas!, Ah!
  • Silêncio: Quieto!, Calado!, Silêncio!, Psiu!
  • Surpresa: Puxa!, Nossa!, Meu Deus!, Gente!, Uai!, Meu Deus! Chi!, Oh!, Ah!, Céus!, Caramba!

Bibliografia:

LIMA, Rocha. Gramática Normativa da Língua Portuguesa. 27 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1986. 506p.

PASCHOALIN, Maria Aparecida. Gramática: teoria e atividades. 1. Ed. São Paulo: FTD, 2014. 512p.

Arquivado em: Português