Plural de substantivos compostos

Mestra em Letras e Linguística (UFG, 2016)
Licenciada em Letras-Português (UFG, 2009)

Publicado em 10/08/2022
Ouça este artigo:

Para iniciar os estudos sobre o plural dos substantivos compostos é necessário revermos alguns conceitos a respeito dos substantivos.

Os substantivos são palavras variáveis que nomeiam pessoas, animais, lugares, objetos, sentimentos. Em Língua Portuguesa, os substantivos sofrem a flexão de gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e podem apresentar diferentes variações de grau (normal, aumentativo e diminutivo).

Com relação à forma, os substantivos são classificados em simples ou compostos. Os substantivos simples são aqueles formados por um único radical, como: mesa, casa, pé, flor. Os substantivos compostos são aqueles formados por mais de um radical, como: beija-flor, guarda-roupa, girassol, planalto.

Para realizar a flexão de número de substantivos simples, de maneira geral, basta acrescentar o morfema -s, ou -es, como em mesas, casas, pés, malmequeres; ou os morfemas -ões/ães a palavras terminadas em -ão, como balões, mamões, pães, corações.

Em contrapartida, em razão de possuírem dois ou mais radicais, a flexão de número plural dos substantivos compostos não é assim tão simples. É preciso, antes de tudo, verificar se os substantivos compostos são ou não ligados por hífen.

Plural de substantivos compostos cujos radicais não são unidos por hífen

Alguns substantivos compostos são formados pela aglutinação de radicais, sendo dispensado o uso do hífen, como é caso de:

Singular Plural
planalto planaltos
pernilongo pernilongos
pontapé pontapés
lobisomem lobisomens
malmequer malmequeres
claraboia claraboias
girassol girassóis
aguardente aguardentes

Como você pôde observar, o plural dos substantivos compostos sem hífen é feito pelo acréscimo dos morfemas -s, -es, -is ao segundo radical.

Plural de substantivos compostos cujos radicais são unidos por hífen

a) Quando apenas o primeiro radical vai para o plural:

Se houver uma preposição ligando os radicais e se o segundo funcionar como especificador do primeiro, sugerindo finalidade ou tipo.

Exemplos:

  • salários-família
  • copos-de-leite
  • bananas-da-terra
  • navios-escola
  • lírios-do-campo

b) Quando apenas o segundo radical vai para o plural:

Se o primeiro radical for um verbo ou palavra invariável.

Exemplos:

  • abaixo-assinados
  • guarda-chuvas
  • guarda-sóis
  • sempre-vivas
  • vice-presidentes

c) Quando ambos os radicais vão para o plural:

Nas palavras compostas por palavras variáveis (substantivo + substantivo, substantivo + adjetivo, adjetivo + substantivo).

Exemplos:

  • amores-perfeitos
  • amores-maiores
  • obras-primas
  • gentis-homens
  • cartas-bilhetes

Aprenda mais sobre as flexões de número dos substantivos estudando a respeito dos substantivos de dois números.

Referência:

ABAURRE, Maria Luiza M. Gramática: texto: análise e construção de sentido. Volume único. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2010. p. 185 a 192.

Arquivado em: Português