Isomeria de posição

Graduação em Química (Faculdades Anhanguera, 2016)

Substâncias isômeras são aquelas que possuem a mesma fórmula molecular, com a mesma quantidade de átomos em sua cadeia, porém, o que as torna diferentes é o arranjo dos átomos que constituem sua molécula. Essa diferença na sua fórmula estrutural agrega ao composto formado diferentes propriedades químicas. Quanto maior for a cadeia carbônica constituinte do composto, maior será também o número de possíveis isômeros que podem ser formados.

A Isomeria de Posição faz parte da Isomeria plana ou também como é conhecida Isomeria Constitucional. Nela os compostos são pertencentes à mesma função química e possuem a mesma cadeia carbônica, porém, há variação na posição de algum (s) elemento (s) da cadeia, sejam estes elementos: posição do grupo de átomos, uma insaturação ou uma ramificação. Apesar da mudança na posição desses elementos presentes na cadeia, a função orgânica não é alterada. Vejamos abaixo, alguns exemplos de como ocorre esse tipo de isomeria:

Posição da insaturação

Hidrocarboneto insaturado: C4H8

1-buteno

 

2-buteno

2-buteno

Posição da função

Função álcool: C3H8O

1-propanol

 

2-propanol

2-propanol

Função cetona: C3H8O

3-pentanona

 

2-pentanona

2-pentanona

Posição do radical

C4H10

1-metil-propano

1-metil-propano

 

2-metil-propano

2-metil-propano

A isomeria de posição também agrega um tipo especial de isomeria, chamado Isomeria de Compensação ou Metameria, onde o heteroátomo (átomo diferente de carbono e hidrogênio) faz parte da cadeia carbônica, e a isomeria ocorre na diferença da posição onde este heteroátomo se encontra.

Metoxipropano

 

Etoxietano

Referências:

http://www.madeira.ufpr.br/disciplinasklock/Aula%2011.pdf

FONSECA, M.R.M. da. Química 3. 1. ed. São Paulo: Ática, 2013.

SANTOS, W. L. P.dos.; MOL, G. de S. Química Cidadã: Volume 3: Ensino Médio. 2. ed. São Paulo: AJS, 2013.

Arquivado em: Química Orgânica