Reino Monera

A massiva maioria dos seres são formados por células eucariontes, restando somente poucos seres formados pelas procariontes. Estes fazem parte do Reino Monera, que são as bactérias, incluindo também as cianobactérias e arqueobactérias. Todos os seres desse reino são unicelulares, ou seja, são formados por uma única célula, sendo esta, uma célula procarionte.

Toda célula apresenta componentes de núcleo e de citoplasma. Os componentes de núcleo são o material genético, podendo ser DNA ou RNA; os componentes de citoplasma são todos os outros que ajudam nossa célula e corpo funcionarem, como por exemplo, os ribossomos (responsáveis pela produção de proteínas). Apesar de toda célula ter, praticamente, os mesmos componentes, elas não têm as mesmas divisões, por isso elas podem ser diferenciadas em células procariontes e células eucariontes.

As células procariontes são aquelas nas quais não há separação entre componentes do núcleo e do citoplasma, eles ficam juntos no mesmo espaço. Já as células eucariontes são as células que apresentam essa separação, os componentes do núcleo ficam separados por uma membrana chamada carioteca.

Por serem um organismo tão simples e, teoricamente frágil, além da membrana plasmática, os representantes do Reino Monera são envoltos por uma parede celular e, às vezes, por uma cápsula. Nessa cápsula existem algumas estruturas que auxiliam no deslocamento como cílios, e flagelos. Cílios são pequenos filamentos e estão sempre presentes em grande número, e os flagelos são filamentos grandes que aparecem em pequeno número, normalmente um ou dois.

A única organela presente nas bactérias são os ribossomos e há também uma estrutura conhecida como mesossomo que são invaginações na membrana por onde as bactérias conseguem respirar. Além do material genético disperso pelo citoplasma, os seres do Reino Monera têm o plasmídeo, que é o material genético em forma circular usado para a reprodução sexuada.

Os seres vivos do Reino Monera podem ser fotossintetizantes (produzem o próprio alimento com componentes orgânicos – CO2 – na presença de luz solar), quimiossintetizante (produzem o próprio alimento com componentes inorgânicos na ausência de luz solar), heterótrofos (se alimentam de uma fonte externa) ou saprófitos (decompositores). Eles podem respirar oxigênio (aeróbios) ou, quando não tiver oxigênio no ar, usar a glicose, por meio da fermentação (anaeróbios).

Classificação

As bactérias são classificadas de acordo com a sua forma. Espirilos são em formato de espiral, bacilos em forma de bastão, vibriões em formato de vírgula e cocos que são esféricos. Os cocos podem viver isolados e recebem este mesmo nome, mas também podem viver em conjunto formando um filamento (como colar de pérolas), que são chamados de estreptococos ou formando uma massa, chamado de estafilococos.

Classificação das bactérias no Reino Monera.

Quanto à composição da parede celular, podem classificadas em gram-positivas e gram-negativas.

Reprodução

A reprodução pode ser assexuada por bipartição, quando uma bactéria se divide em duas ou por brotamento, quando uma célula surge de outra podendo se manterem juntas formando uma colônia. A reprodução sexuada é chamada de conjugação no qual duas bactérias que estão próximas formam uma ponte para manter contato e passam o plasmídeo de uma para outra. Esse tipo de reprodução é responsável pela resistência das bactérias aos antibióticos. O plasmídeo geralmente tem genes que fazem essa resistência e são passados para outras bactérias levam esse poder com eles, assim a cada reprodução as bactérias adquirem resistência a um novo antibiótico.

As cianobactérias são procariontes fotossintetizantes (usam uma organela chamada cloroplasto) que são encontradas e ambientes úmidos ou no mar e em água doce. Elas só se reproduzem assexuadamente e podem viver em forma unicelular ou em colônias. Em condições desfavoráveis elas formam os acinetos, que preservam a cianobactéria até o ambiente voltar a ser favorável para sobreviver. Algumas espécies de bactérias e cianobactérias causam doenças aos seres humanos.

Referências bibliográficas:

http://institutobiomedico.com/introducao-a-microbiologia-reino-monera-enfase-nas-bacterias/

http://ecologia.ib.usp.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=149&Itemid=437

Fundamentos da Biologia Celular – 2 edição – Alberts et al. – páginas 1 a 19

Cianobactérias Tóxicas na Água para Consumo Humano na Saúde Pública e Processos de Remoção em Água para Consumo Humano. – Ministério da Saúde – 2003

Arquivado em: Biologia, Reino Monera