Deserto de Gobi

Por Marina Martinez
O Deserto de Gobi está localizado no continente asiático, ao norte da China e sul da Mongólia. Com uma superfície de 1.295.000 km², o deserto de Gobi tem quase o tamanho do estado do Amazonas e é considerado o quinto maior deserto do mundo.

No Inverno as temperaturas no deserto podem chegar a - 40º C e no Verão 40º C, o que caracteriza este deserto possuir um clima extremo, marcado por mudanças rápidas de temperatura. As chuvas são escassas no oeste, e um pouco melhores no nordeste. É constituído por montanhas rochosas e por grandes extensões de dunas móveis de areia, sendo que algumas chegam a ter 800 metros de altura.

No idioma mongol, a palavra "Gobi" significa "lugar sem água" e é o mais notável na história como parte do grande Império Mongol. Na região do deserto encontram-se muitos fósseis e alguns achados pré-históricos de muito valor, o que faz do deserto de Gobi ser conhecido no mundo da Paleontologia. Foi neste deserto que foram descritas pela primeira vez muitas espécies de dinossauros. O Gobi é considerado um dos maiores sítios arqueológicos do mundo.

Encontra-se no deserto de Gobi muitos nômades, que são os principais e únicos habitantes do deserto. Os nômades criam cabras, cavalos e camelos, e são forçados a se mudarem constantemente, de um lugar para outro, para garantir a sobrevivência de seus animais. Geralmente nos desertos são encontrados oásis com vegetação irrigada por fontes subterrâneas, poços ou até mesmo por irrigação artificial. Assim, o homem consegue nesses lugares, moradia permanente.

O vasto planalto é marcado por zonas rochosas, enquanto outras regiões são arenosas, cobertas de dunas e pedreiras em que não faltam areias movediças. A vegetação é pobre em variedade e quantidade, mas adaptável às condições do meio. Predominam na região matagais diminutos, ervas rasteiras e vegetações que conseguem se adaptar e sobreviver nos terrenos salinos que ficam em torno de pequenos pântanos salgados (vegetação halófila). A fauna também não apresenta grande variedade em espécies de animais. É composta principalmente por asnos, antílopes, gazelas, cavalos e camelos. Lá são encontrados dois animais raros como o camelo-bactriano (de duas corcovas) e o raro cavalo-de-przewalski.

O deserto de Gobi está se expandindo em um ritmo preocupante, devido a um processo conhecido como desertificação. Este fenômeno transforma uma área num deserto. Isto acontece por causa da degradação da terra em regiões áridas, semi-áridas e sub-úmidas secas, resultante de alguns fatores como variações climáticas e as atividades humanas, gerando consequências danosas principalmente para a economia e agricultura da China. Como medida de evitar este fenômeno, o governo Chinês teve um plano conhecido como "Grande Muralha Verde", um enorme anel de florestas plantadas, onde  espera-se que funcione como uma barreira que impeça a expansão da desertificação e também impedir as tempestades de poeira que ocorrem regularmente na China.

Referências Bibliográficas:
http://www.fernandodannemann.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=1474619
http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL710526-15605,00.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Gobi_Desert
http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=2489