Competição

Por Fabiana Santos Gonçalves
O conceito biológico de competição é o uso ou a defesa de um recurso por um indivíduo e que reduz a disponibilidade desse mesmo recurso para outro indivíduo. Esse recurso pode ser um alimento, um território, fêmea ou macho, etc.

Em ecologia, a competição é um fator regulador de população.
A competição afeta diretamente o bem-estar dos indivíduos envolvidos. Quanto mais densa for uma população, maior será a competição entre os organismos, e isso faz com que os recursos diminuam, afetando a reprodução e natalidade dos indivíduos.

A competição pode se dar através de combates físicos, como é o caso de muitos leões que brigam pelas fêmeas e pelo seu alimento. Cães que brigam para defender seu território, fêmeas que brigam para defender as crias, etc.

Além de combates físicos, a competição pode se dar de outras formas, pois as plantas não têm como lutar por sua água ou luz.

Quando um animal é muito ativo, este leva vantagem ao competir por alimento com um animal mais lento.

Existem dois tipos de competição:

Competição intra-específica

É a competição por recursos entre indivíduos de uma mesma espécie. Esses recursos podem ser água, alimento, luz, parceiros de reprodução, etc. Esse tipo de competição ocorre em quase todas as espécies.

Em certas regiões do deserto podemos observar regiões onde há vegetação em que as plantas ficam longes umas das outras. Isso é um tipo de competição pelo suprimento de água.

Esse tipo de competição está diretamente relacionado com a seleção natural, pois a competição entre indivíduos de uma mesma espécie por um determinado recurso favorece o mais apto, que por sua vez deixa mais descendentes, e a proporção de seus genes aumenta em uma população ao longo do tempo.

Competição interespecífica

Esse tipo de competição ocorre quando dois nichos se sobrepõem, ou seja, duas espécies de uma mesma comunidade disputam por recursos, como pro exemplo, gado e cupim, ambos se alimentam de capim.

Quanto maior o número de espécies em uma comunidade, maior é a competição entre elas. A competição interespecífica pode levar a uma diminuição no número de indivíduos de uma espécie e até levá-la à extinção. Pode também fazer com que uma das espécies migre daquela comunidade em busca de novos recursos. Esse tipo de competição determina quais espécies podem coexistir em um habitat.