Hipótese Heterotrófica

Por Fabiana Santos Gonçalves
Uma outra questão que muito intriga os cientistas é saber do que os seres vivos mais primitivos se alimentavam.

Sabe-se que atualmente os seres vivos podem ser divididos em dois grupos de acordo com o modo como obtêm seu próprio alimento:

- Autótrofos: (do grego, autós = próprio, trophos = alimento) são organismos que produzem seu próprio alimento utilizando energia e material inorgânico do ambiente.

- Heterótrofos: (do grego, hetero = diferente, trophos = alimento) são organismos que não conseguem fabricar seu próprio alimento e precisam retirar do ambiente sua fonte de alimentação.

Até pouco tempo atrás, os cientistas acreditavam que os primeiros seres vivos eram heterótrofos.

A teoria é defendida com o argumento de que os heterótrofos possuem uma maquinaria mais simples, sem a capacidade de produzir seu próprio alimento. A energia era retirada dos alimentos que eles consumiam através de um processo simples, semelhante à fermentação.

Na fermentação, a energia é produzida através da quebra de moléculas orgânicas do alimento, gerando compostos mais simples.


Foto: AMABIS, J. M. & MARTHOR, G. R. (1997). Fundamentos da Biologia Moderna. São Paulo: Ed. Moderna, 2°. ed., 662 pp.

Ainda segundo essa teoria, com o passar dos anos o alimento disponível ficou escasso e algumas linhagens de seres vivos evoluíram, adquirindo a capacidade de fabricar seu próprio alimento, constituindo assim, a primeira linhagem de seres autotróficos, que provavelmente utilizavam a luz como fonte de energia para a produção de seu alimento.

Fontes
Amabis, José Mariano. Biologia. Volume 1. Editora Moderna.