Pântano

Os pântanos estão formados por águas paradas e pouco profundas, situadas sobre um manto impermeável, com uma vegetação bastante densa e um solo com grandes quantidades de vegetação em decomposição. O pântano se forma em planícies mal drenadas. Normalmente estão localizados no curso baixo dos rios e nas zonas litorâneas, mas também podem ocorrer no curso alto e médio dos rios.

Ciprestes em pântano da Louisiana, EUA. Foto: Dane Jorgensen / Shutterstock.com

Ciprestes em pântano da Louisiana, EUA. Foto: Dane Jorgensen / Shutterstock.com

Os pântanos podem acontecer em água salgada ou doce. Os de água doce estão nas beiras pouco profundas de lagos e rios de águas calmas, e aparecem na medida em que as lagoas e lagos são recheados por sedimentos. Os pântanos de água salgada aparecem nas planícies inundadas pelas marés, nas zonas costeiras. Os pântanos salgados situados longe do mar, estão localizados ao redor de lagos ou lagoas salgadas. A natureza do pântano (sua composição vegetal e diversidade de espécies) está fortemente influenciada pela sua relação com os ecossistemas mais próximos. Estes determinam a quantidade de nutrientes que chegam, o movimento da água e o tipo e quantidade de sedimentos ali depositados.

Os pântanos têm uma vegetação e uma fauna bem características, com freqüentes endemismos. Suas plantas são hidrófilas, ou seja, toleram grande quantidade de água, mas também são capazes de sobreviver em solos com pouco oxigênio. Não existem muitas espécies com estas características, fato que faz dos pântanos serem pobres em espécies, mas abundantes em massa biológica. Normalmente são raras as plantas que em este ambiente alcançam grandes tamanhos.

Pântanos têm uma rica vegetação submersa: algas e bactérias, principalmente. Existem plantas que se especializaram em viver sobre a água, como os nenúfares e algumas enraizadas como o lírio d’água.

Estas águas são propícias para algumas espécies de répteis (crocodilos e serpentes) e anfíbios como as rãs. A temperatura suave e a grande umidade fazem com que os insetos encontrem um lugar ideal para se reproduzir.

Além da fauna aquática, estes ecossistemas estão colonizados por aves especializadas em alimentar-se e construir ninhos neste ambiente: flamingos, garças, cegonhas, etc.

Na América do Sul, podemos citar alguns pântanos, tais como: Rio Cruces (Chile); Esteros Del Ibera (Argentina); Pântanos de Villa (Peru) e Delta Del Paraná (Argentina)

Arquivado em: Biomas, Geografia, Hidrografia