Xilema

O xilema é um tecido responsável por conduzir água e nutrientes inorgânicos em plantas vascularizadas. Este tecido está expandido ao longo de todo o corpo vegetal, constituindo um sistema contínuo que armazena algumas substâncias e confere sustentação ao vegetal. Se considerarmos o corpo primário, resultante do crescimento primário da planta, pode-se dizer que o xilema nasce a partir do procâmbio (um meristema primário), porém se levarmos em conta o corpo secundário temos que este tecido condutor se originará a partir do câmbio vascular.

Corte transversal de um caule mostra algumas das principais estruturas das plantas: periciclo, endoderme, protoxilema, floema e metaxilema (xilema funcional) - Fonte: http://toiusd.multiply.com/journal/item/297

É sabido que o xilema serve para conduzir substâncias e nutrientes necessários à planta. Contudo, para que isso ocorra, este tecido conta com a atuação eficaz de certas células condutoras: as traqueídes e os elementos de vaso.

As traqueídes são conhecidas como os mais antigos elementos traqueais de que se tem conhecimento. Estruturalmente não apresentam perfuração, não são tão especializadas quanto os elementos de vaso, mas tem o seu valor e a sua importância.

Já os elementos de vaso são perfurados e isso confere mais eficácia na hora de transportar a água ao longo da planta. Esses furos permitem um trânsito livre da água de um elemento de vaso a outro. Esses são pontos positivos, mas também há os pontos negativos dos elementos de vaso. Podemos exemplificar enfatizando um contraponto deste sistema tão aberto: a fragilidade. As traqueídes são mais estreitas e menores que os elementos de vaso, por isso somam mais pontos nesse quesito, trazem mais “tranquilidade” para a planta. O motivo de tanta preocupação é que durante o trânsito da água nesses vasos pode ocorrer a formação de pequenas bolhas de ar. Quando isto ocorre na traqueíde há a obstrução da mesma, porém como é pequena e normalmente curta não tem muita influência para o contexto do vegetal. Porém o problema está quando estas bolhas se formam nos elementos de vaso, pois obstruem o tráfego de água não só no ponto em que a bolha está, mas também por todo o vaso. Então esse vaso obstruído (largo e comprido) fará falta para a planta.

Anteriormente foi falado sobre a armazenagem de substâncias pelo xilema. Isto só é possível porque este tecido também conta com células parenquimáticas na sua constituição, são essas células que armazenam muitas substâncias num primeiro instante, mas depois quando amadurecem também desempenham um outro papel importante: a sustentação.

Leia também: