Colônias de Exploração

Por Felipe Araújo
Com a entrada dos Europeus na América, dois processos de colonização foram desencadeados. O primeiro foi chamado de ‘colônia de povoamento’, onde o objetivo era desenvolver a terra com habitação, criando formas de comércio e ampliando as estruturas básicas da colônia (criação de escolas, hospitais, etc). O segundo caso são as ‘colônias de exploração’, nas quais a metrópole tem como interesse apenas explorar os recursos naturais da colônia para enriquecer e levar todo lucro a seu país de origem. Neste caso não há preocupação com a terra colonizada.

Um exemplo de colônia de exploração é o Brasil, pois a Coroa Portuguesa, percebendo o potencial de lucro dos recursos naturais brasileiros e a mão-de-obra indígena, aplicou o seguinte sistema de colonização: ocupou o país com representantes do interesse da metrópole, assim, criou leis, obrigações, impostos e instituições que somente atendiam os interesses da metrópole. Sendo assim, os colonizados não tinham a ínfima autonomia para exigir seus direitos ou impor suas vontades contra a Coroa.

Do ponto de vista econômico, a colônia visava explorar de imediato as regiões mais favorecidas para atividades agrárias rentáveis. O objetivo dos portugueses era apenas um retorno rápido de lucro que suprisse as demandas do mercado europeu. Então, o desenvolvimento local e os habitantes da colônia ficavam em segundo plano.

Para facilitar, uma colônia de exploração possui basicamente cinco características principais, que ficaram conhecidas por ‘plantation’.

São elas:

  1. Latifúndio, as terras eram distribuídas em enormes propriedades agrícolas.
  2. Monocultura: toda a produção era para suprir as necessidades do mercado exterior.
  3. Havia um produto principal e toda produção acontecia em torno dele (caso do açúcar, café e borracha no Brasil).
  4. Esquecimento do mercado interno, com enfraquecimento das atividades comerciais.
  5. Trabalho escravo, com utilização dos negros.

Apenas para ilustrar, na letra do cantor e compositor brasileiro Bêca Arruda, é possível notar os princípios das colônias de exploração aplicados no Brasil e em outras nações.

“Perguntas já existiam antes de eu nascer
Como o ser humano foi aparecer
Pessoas pensavam só em vencer
Como ganhar dinheiro e estar no poder
Tribos de índios desapareciam
E as selvas de pedra se construíam
Revolução industrial e desenvolvimento
Começavam a surgir o devastamentos
Vindo da Europa e de suas naus
Explorando o Brasil, tendo lucro total”.
(Música: Colônia de Exploração / Bêca Arruda)

Fontes:
http://www.culturabrasil.org/brasilcolonia.htm
http://vagalume.uol.com.br/beca-arruda/colonia-de-exploracao-%28cifrada%29.html