Colônias de exploração

Licenciatura Plena em História (Faculdade JK-DF, 2012)
Pós-graduação em História Cultural (Centro Universitário Claretiano, 2014)

Com a descoberta do “novo mundo” seguida das grandes navegações, os europeus com o apoio do catolicismo e protestantismo, aproveitaram a oportunidade para explorar esses territórios. Após a posse dessas terras, elas ficaram conhecidas como colônias de exploração.

O principal objetivo dessa exploração era estabelecer a extração de recursos naturais para manter um mercado lucrativo e favorável. O monopólio comercial era o método mais utilizado pelos colonizadores para estes se conservarem no poder, uma vez que todo o lucro da extração de metais preciosos e a produção agrícola das colônias, era exclusivamente destes europeus que a exploravam.

Para retirar o que havia nessas terras era necessária mão de obra e boa parte dos colonos escravizaram os habitantes nativos para sustentar esse sistema. Isso implicou o genocídio de várias pessoas e o extermínio de diversas culturas. As potencias coloniais impunham sua cultura e a reproduziam em todo o território conquistado.

A coroa britânica explorou a América do Norte e a Austrália exterminando muitos nativos a fim de fixar seus interesses, construir uma nova sociedade, direcionar matéria-prima, minério e alimentos ao Inglaterra como forma de instituir sua potência comercial. Por terem mais autonomia do que os outros colonizadores, uma vez que não necessitavam comercializar somente com a Inglaterra, aumentaram a ambição na busca pela exploração e comercialização. Esse ato ficou tão engajado na cabeça dos norte americanos que até hoje muitos acreditam que para ser livre é necessário produzir e ter seu próprio comércio.

Impulsionados também pelas grandes navegações e a conquista da América, os espanhóis construíram um enorme império abrangendo desde o meio do continente até o sul. Este ficou conhecido como Rio da Prata devido à extração desse metal e nele também eram retirados alimentos e matéria-prima no geral.

Assim como os portugueses, os espanhóis eram obrigados a submeter-se ao pacto colonial, onde os exploradores só podiam comercializar as extrações nas colônias com a metrópole. Assim era evidente que os lucros ficariam com a Espanha. Após muitas guerras e extermínio de várias civilizações indígenas, a mão-de-obra dessas terras era através desses nativos, que quando não morriam de doenças trazidas pelos brancos, morriam por exaustão ou por insubmissão.

Os portugueses foram os pioneiros nas grandes navegações e conquistaram parte do território americano que hoje chamamos de Brasil. Como os índios originários não aceitaram a escravidão houve extermínio de várias tribos, os que restaram foram catequizados, e a mão de obra foi importada da África. A princípio a coroa portuguesa explorou o pau-brasil, depois a cana- de- açúcar, mais adiante o ouro e posteriormente outras culturas.

Quando o Brasil foi explorado, os colonizadores também eram forçados a assinar o pacto colonial para garantir que os produtos produzidos na colônia só seriam comercializados com Portugal. Através deste pacto surgiram características marcantes nas colônias como, ”plantation” que compôs a monocultura (cultivo extenso de uma única cultura, como: cana- de- açúcar) e o latifúndio (grande propriedade agrícola). As colônias não eram autorizadas a se desenvolver industrialmente e essa era uma forma de se manter dependentes de seus colonos, por isso, esses espaços eram na maior parte do tempo temporários e após uma colheita os colonizadores migravam para outro local onde haveria outra que lhes iria trazer mais lucro.

No geral, todos esses continentes que hoje conhecemos como América, África e Oceania foram conquistados para demonstrar poder, explorados para enriquecer e povoados para protegê-los. Eles formaram toda a riqueza das potências europeias atuais.

Leia também:

Referencias:

https://www.algosobre.com.br/historia/a-colonizacao-da-america-espanhola-historia-de-uma-conquista-violenta.html acesso: 10.01.2019.

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Colonialismo_de_explora%C3%A7%C3%A3o acesso: 10.01.2019.

https://pt.slideshare.net/biancapollyannaswaggart/explorao-colonial acesso: 10.01.2019.