Bicho-preguiça

O bicho-preguiça é um mamífero da Ordem Xenarthra, na qual existem duas famílias, a Bradypodidae (três dedos) e a Megalonychidae (dois dedos). São elas:

Familia Bradypodidae:
- Bradypus variegatus – Preguiça Comum.
- Bradypus tridactylus – Preguiça-de-Bentinho.
- Bradypus torquatus – Preguiça-de-coleira.

Família Megalonychidae:
- Choloepus hoffmanni – Preguiça-real.
- Choloepus didactylus – Preguiça-de-dois-dedos.

Embora aparentemente a única diferença entre essas familias seja o número diferentes de dedos, as preguiças dessas familias não são parentes próximos, pois estudos apontam que a preguiça de três dedos, da familia Bradypodidae, é parente mais próxima dos menbros da família Megaterídeos, enquanto a preguiça de dois dedos, da familia Megalonychidae, é parente próxima aos animais da familia Megaloniquídeos.

Todas as espécies de preguiça são encontradas na mata Atlântica, da Argentina ao Panamá, ou seja, nas Américas do Sul e Central.

De porte médio, as preguiças chegam a pesar 6 kg. Seus membros são compridos em relação a seu corpo curto. A cauda da preguiça é grossa e curta. A preguiça é capaz de girar a cabeça sem mexer o corpo 270°. É orientada principalmente pelo olfato, pois a audição e a visão deste animal deixam a desejar. A cor de sua pelagem normalmente é cinza, com traços marrom-avermelhados ou brancos, embora a distância pareça esverdeada, pois algas verdes e cianofíceas se desenvolvem em sua pelagem. São consideradas homeotérmicas imperfeitas, pois a temperatura de seu corpo está sempre próxima à temperatura ambiente.

Passa a vida toda pendurada em árvores, descendo para o chão, em média uma vez por semana, apenas para fazer suas necessidades fisiológicas. Nas árvores (prefere as altas e de copa volumosa), seus movimentos são muito lentos, apesar de suas grandes garras que a permitem escalar. A preguiça dorme 14 horas por dia, pendurada em galhos agarradas com as quatro patas e de costas para o chão.

Seus hábitos são noturnos, portanto a preguiça se alimenta durante a noite. Seu cardápio é seletivo, alimentando-se de folhas, brotos, frutos e raízes de poucas espécies de árvores, como a ingazeira, a figueira, a embaúba, e a tararanga. É provável que esse animal necessite se alimentar de mais de um tipo de folha. A única água que as preguiças bebem é o orvalho presente nas folhas que elas ingerem.

Vivem em pequenos grupos, embora tenha alguns hábitos solitários. As preguiças têm um filhote por gestação e uma gestação por ano. A gestação dura entre 120 e 180 dias. O filhote nasce medindo entre 20 e 25 cm e pesando entre 260 e 320 g. Por nove meses, a fêmea carrega o filhote nas costas ou no ventre, até que ele esteja preparado para enfrentar a mata sozinho.

Os predadores naturais das preguiças são as onças, a harpia e elgumas cobras. No entanto, o homem é o maior dos predadores, capturando esses animais para vende-los a pessoas que têm a intenção de criá-los como bicho de estimação. A preguiça não se adapta facilmente ao cativeiro, e fica muito sucetível a doenças nessa situação, o que geralmente causa sua morte.

Na natureza, as preguiças podem viver até 40 anos.

Arquivado em: Mamíferos