Hidroxila

Por Júlio César Lima Lira
A hidroxila (ou oxidrila) é uma molécula de água com déficit de um átomo de hidrogênio. E, como o oxigênio possui grande eletronegatividade em comparação ao hidrogênio, o mesmo perde o único elétron da sua eletrosfera. Assim, o oxigênio no qual estava ligado adquire excesso de elétrons na sua camada de valência e confere ao íon carga negativa (OH-).

Este ânion é bastante estudado na química inorgânica por estar presente nas bases de Arrhenius; assim como, na química orgânica por fazer parte do grupo carboxila (comum aos ácidos orgânicos), e definir a classe dos fenóis e alcoóis.

Bases de Arrhenius

De acordo com a teoria de Arrhenius, base é toda a substância que aumenta a concentração de íons hidroxila (OH-) pela sua dissociação em meio aquoso. Assim, aumenta o pH do meio e diminui, por conseqüência, o pOH. E, de um modo geral, possui sabor adstringente e reage com ácidos de Arrhenius formando um sal e água.

Ácidos Orgânicos

Os ácidos orgânicos são caracterizados pela presença do grupo carboxila (COOH) e algum radical orgânico (como alquila). Assim, seguem a teoria de Arrhenius para os ácidos e liberam H+ em meio aquoso (mesmo sendo ácidos fracos).

Entretanto, diferente dos ácidos inorgânicos, o cátion de hidrogênio liberado não pertence ao átomo central, mas à hidroxila da molécula. Pois, como dois átomos de oxigênio se encontram muito próximos, há maior facilidade do próton “escapar” na presença de água.

Alcoóis

Molécula de etanol

Os alcoóis são substâncias orgânicas que possuem a hidroxila ligada a um radical alquila. Onde, na molécula, o grupo OH- está ligado ao átomo central (um carbono primário, secundário ou terciário).

A imagem ao lado mostra esquematicamente uma molécula de etanol, onde a hidroxila está ligada a um carbono primário.

Fenóis

Fenol

A classe dos fenóis é caracterizada apenas por um anel benzênico ligado a uma ou mais hidroxilas. E, apesar de possuir o mesmo grupo OH- dos alcoóis, são mais ácidos que estes por causa da estrutura de ressonância das ligações, que estabilizam a base conjugada.