Ligação Iônica (eletrovalente)

Por Luiz Molina Luz
Os átomos ligam-se para adquirir maior estabilidade com o mínimo de energia.

Gases Nobres (8A): são encontrados isoladamente porque são estáveis por natureza. O gás hélio (He) tem dois elétrons na camada K. O neônio (Ne), argônio (Ar), criptônio (Kr), xenônio (Xe) e radônio (Rn) apresentam oito elétrons na camada de valência (que é a última camada).

Teoria do Octeto: os átomos ligam-se, isto é, eles tendem a perder, ganhar ou compartilhar elétrons, procurando adquirir configuração eletrônica de gás nobre mais próximo deles, na tabela periódica.

Metais: possuem menos de quatro elétrons na camada de valência, apresentam alta eletropositividade, adquirem o octeto perdendo elétron(s) e estabilizam-se formando cátions.

Ametais ou Não-Metais: possuem mais de quatro elétrons na camada de valência, apresentam alta eletronegatividade, adquirem o octeto ganhando elétron(s) e estabilizam-se formando ânions.

Ligação Química Iônica ou Eletrovalente

A ligação iônica consiste na transferência de elétron(s) de um metal (íon catiônico) para um ametal (íon aniônico). Essa transferência de elétron(s) é originária de uma forte atração eletrostática entre esses íons. Os compostos que apresentam essa ligação são chamados compostos iônicos.

Utilizando o método de Lewis, no qual é representado o último nível eletrônico do átomo ou camada de valência por pontos.

Escrevendo a fórmula iônica, temos:

[Na]+ [Cl]-

Portanto sua fórmula iônica é NaCl.

Características das Substâncias Iônicas

As fortes atrações eletrostáticas entre cátions e ânions, em uma substância iônica, têm suas conseqüências;

  • Toda substância iônica é sólida e forma um retículo cristalino, nas condições ambientes.
  • Os pontos de Fusão (PF) e de ebulição (PE) são bem altos.
  • As substâncias iônicas conduzem corrente elétrica quando fundidas ou quando dissolvidas em água.

Portanto, lembre-se:

Metal + Ametal → Ligação Iônica → Substância Iônica → Sólido