Silicatos

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Por definição, um silicato trata-se de um composto constituído pelos elementos químicos silício (Si) e oxigênio (O), derivado do ácido salicílico, que pode ser um sal ou um éster. Deste grupo destacam-se os silicatos formados pelos metais alcalinos, elementos constituintes da Família IA da tabela periódica, que são o lítio (Li), sódio (Na), potássio (K), rubídio (Rb), césio (Cs) e frâncio (Fr), uma vez que estes são hidrossolúveis e possuem várias aplicações na indústria e no laboratório. Excetua-se desta lista os dois últimos elementos mencionados, por seu elevado peso molecular e sua radioatividade. Torna-se ainda de relevância informar que o ácido salicílico é um dos derivados do segundo elemento químico de maior abundância na crosta terrestre, da ordem de 27 %, o silício (Si).

Os silicatos são muito comuns na natureza mineral, e seus cristais são constituídos por sua unidade fundamental, o tetraedro SOi4, onde cada cátion Si4+ liga-se de forma covalente, por compartilhamento de elétrons, a quatro ânions O2- situados nos vértices de um tetraedro. Essa estrutura admite a possibilidade de cada oxigênio ligar-se a outro átomo de oxigênio situado no vértice de outro tetraedro. Dessa forma, pode-se formar longas estruturas mono, di ou tridimensionais, dando origem a compostos com diferente proporção entre os elementos Si e O. A classe mineral dos silicatos representa em torno de 30% de todos os minerais conhecidos, tornando-se uma das mais importantes e pesquisadas, onde sua capacidade polimerização está diretamente vinculada a sua diversidade.

“Em geologia e astronomia, o termo silicato é usado para denotar um tipo de rocha que consiste de silício e oxigênio (geralmente como SiO2 ou SiO4), um ou mais metais e possivelmente hidrogênio. Tais rochas variam de granito a gabro. A maioria da crosta da Terra é composta de rochas de silicato, assim como as crostas de outros planetas rochosos” ¹.

“Do ponto de vista técnico são silicatos importantes o vidro, a porcelana, o esmalte, o vidro solúvel, a argila, o asbeto, o cimento e outros” ².

O silicato de sódio é conhecido como vidro solúvel, e é utilizado como abrasivo, como carga na indústria do sabão, como agente impermeabilizante, antiincendiário e na fabricação de revestimentos cerâmicos, onde atua como agente defloculante da argila, aumentando a densidade da solução. Já os demais silicatos alcalinos são comumente adicionados a detergentes por aumentarem o poder tenso-ativo dos mesmos.

Os silicatos de sódio ainda apresentam uma vasta aplicação no tratamento da água de origem industrial, onde sua adição pode reduzir índices de ferro e manganês sob a forma de hidróxidos que precipitam nas tubulações. Por sua capacidade de seletividade e adsorção, são também empregados no tratamento de efluentes de natureza diversa.

Referências:
¹ http://pt.wikipedia.org/wiki/Silicato
² http://www.infopedia.pt/$silicato

Arquivado em: Química