Trítio

O trítio é um dos três isótopos de hidrogênio (3H) sendo o mais pesado dentre os três, menos abundante, radioativo, emitindo radiação do tipo beta. O trítio é composto por dois neutrons e um próton. Não sendo encontrado em superfície terrestre naturalmente, pode ser encontrado ao redor do sol e no espaço exterior resultado do bombardeio de matéria interestelar por raios cósmicos.

Sua produção em nosso planeta pode se dá artificialmente através do bombardeio de deutério por outros tipos de isótopos de hidrogênio e pela reação de nêutrons térmicos com lítio-6 em reatores nucleares.

Sendo vendido comercialmente em soluções, são usados para substituir o hidrogênio comum (1H) em reações, de modo a se estudar seus mecanismos de reações e também transformando as substâncias deixando-as mais pesadas e radioativas, já que a sua meia vida dura em torno de 12,3 anos.

Sendo um isótopo com três núcleons (próton ou nêutron) e somente um carregado eletricamente, futuramente pode vir a ser usado para a produção de grandes quantidades de energia pelo fato de possuir apenas um próton, que ligado aos neutrons formam uma forte interação, sendo apenas o único impedimento para a produção desta grande quantidade de energia através do trítio em fusão, sua falta em nosso planeta, à única grande reserva mais próxima a nós suspeita-se que seja a lua1.

Referência:
http://www.if.ufrj.br/teaching/elem/e00132.html
1 http://www.technologyreview.com/Energy/19296/