Levedura

Por Marina Martinez
As leveduras são fungos unicelulares, ou seja, formados somente por uma única célula. Devido a esta característica elas crescem e se reproduzem mais rapidamente. Esta categoria de fungos não é visível a olho nu, sendo visualizados apenas com auxílio de um microscópio. São bem maiores do que a maioria das bactérias existentes e foram visualizadas pela primeira vez em 1680, por Antony van Leewenhoeck.

leveduraestrutura

Estrutura Levedura

Quanto a sua morfologia, as leveduras podem ser ovais (Hansenula), redondas (Saccharomyces), cilíndricas (Kloeckera), triangulares (Trigonopsis), apiculares (Kloeckera) e ogivas (Bretanomyces).

A maioria das leveduras vive em exudatos açucarados de plantas, e no néctar das flores. Também são encontradas algumas espécies em superfícies de frutas frescas ou podres.

A reprodução das leveduras pode ocorrer de duas formas:

  • Gemação de novas células: Este tipo de reprodução das leveduras ocorre nos mostos em fermentação. Neste processo ocorre a formação de pequenas protuberâncias na superfície da célula que, depois de se desenvolverem, se desprendem, passando a ter vida própria.
  • Esporulação de novas células: Este tipo de reprodução consiste na formação de esporos no interior das células, que se tornam livres pela ruptura das células.
Saccharomyces cerevisiae
Saccharomyces cerevisiae
Classificação científica
Reino: Fungi
Filo: Ascomycota
Sub-filo: Saccharomycotina
Classe: Saccharomycetes
Ordem: Saccharomycetales
Família: Saccharomycetaceae
Gênero: Saccharomyces
Espécie: S. cerevisiae

As leveduras, principalmente do gênero Saccharomyces, são utilizadas em vários produtos e processos:

Algumas espécies de leveduras podem causar algumas patologias em seres humanos e animais como a candidíase, criptococose, histoplasmose, blastomicose, entre outras.

Principais espécies de leveduras

Saccharomuces cerevisiae: Esta espécie de levedura é utilizada na panificação e cervejaria. Após o processo de fermentação, as leveduras são recolhidas e, posteriormente, são secas a vapor, estando prontas para serem vendidas como alimento.

Kluyveromyces marxianus: É a levedura que cresce no soro do leite. Também é utilizada para diminuir a DBO (Demanda bioquímica de oxigênio).

Shizosaccharomyces pombe: Esta espécie é usada como modelo científico.

Cryptococcus neoformans: Esta espécie é um patógeno humano e causa várias micoses sistêmicas (como criptococose).

Candida albicans: Também é um patógeno humano e causa micoses superficiais e profundas. A candidiase, doença muito comum, é causada por esta espécie.

Blastomyces spp: Responsável pela causa da blastomicose, esta espécie causa também micoses profundas (sistêmicas, invasivas de órgãos e tecidos.)

Paracoccidioides brasiliensis: Patógeno humano, causando várias micoses superficiais e profundas.

Referências Bibliográficas:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Levedura
http://www.eq.ufrj.br/biose/nukleo/aulas/Microbiol/eqb353_aula_03.pdf http://www.scribd.com/doc/7059086/leveduras-1b  http://www.enq.ufsc.br/labs/probio/disc_eng_bioq/trabalhos_pos2004/microorganismos/FUNGOS.html