Inquilinismo

Por Marina Martinez
Inquilinismo, é uma relação interespecífica harmônica, porém somente uma espécie é beneficiada sem causar prejuízos para outra.

Inquilino: Denomina-se inquilino a espécie que se beneficia procurando suporte, abrigo e proteção no corpo de outro organismo.

Hospedeiro: A espécie que fornece suporte e abrigo para outros seres, através de seus corpos é denominada hospedeiro.

Exemplos de relações de inquilinismo

Inquilinismo entre rêmora e tubarão. Foto: Fiona Ayerst / Shutterstock.com

Inquilinismo entre rêmora e tubarão. Foto: Fiona Ayerst / Shutterstock.com

Rêmora e tubarões: Rêmora são peixes pertencentes da família Echeneidae. Possuem como características cabeça longa e corpo alongado. Os peixes rêmoras ao desenvolverem suas primeiras barbatanas dorsais elas se transformam em uma ventosa fixadora na cabeça que auxilia o peixe a se fixar na região ventral dos tubarões. Neste caso a relação de inquilinismo existente é realizada através do fornecimento de transporte que o tubarão realiza para o peixe rêmora que também se fixa em outros peixes de grandes dimensões e até em tartarugas.

Peixe-agulha e holotúria: O peixe agulha possui como características corpo alongado, escamas pequenas e boca comprida em formato de bico contendo vários dentes pontiagudos. São velozes e se alimentam de pequenos peixes como as sardinhas e arenques. Em situações de perigo o pequeno peixe procura uma holotúria comumente conhecida como pepino-do-mar pertencente à classe dos equinodermos, e penetra em seu ânus se alojando em seu tubo digestivo onde obtém proteção contra os seus inimigos. Neste caso o peixe-agulha é o inquilino e a holotúria o hospedeiro.

Orquídeas e árvores: As orquídeas são plantas pertencentes à família Orchidaceae existente em todos os continentes, exceto na Antártida. Apresentam uma variedade de formas, tamanhos e cores sendo a maioria epífita. Para buscar luz e realizar a fotossíntese, as orquídeas apóiam nas árvores onde obtém uma posição favorável, podendo captar maior luminosidade. Neste caso as orquídeas fazem o papel de inquilino e a árvore de hospedeiro.

Referências Bibliográficas:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Inquilinismo