Malawi

República do Malawi (em inglês: Republic of Malawi; em chewa (nyanja): Dziko la Malaŵi) é um país localizado à África meridional, com um território de 118.484 km², dimensões quase equivalentes às áreas dos estados de Pernambuco e Alagoas combinados. A população do país é de cerca de 15,4 milhões e tem como capital e principal cidade de Lilongwe.

Malawi divide suas fronteiras com a Tanzânia a norte e leste, Moçambique a leste, sul e sudoeste e Zâmbia a oeste. As línguas oficiais são o inglês e o chewa, apesar da população utilizar diversas línguas regionais na comunicação diária. A maioria dos habitantes do país, 75%, seguem o cristianismo, o restante sendo seguidores do islamismo (20%) e de religiões africanas tradicionais (5%). A moeda local é o kwacha.

Os primeiros seres humanos habitavam a área do lago Malawi há 50.000 ou 60.000 anos atrás. Embora os portugueses atinjam a região no século XVI, o primeiro contato significativo de ocidentais se dá com a chegada do famoso explorador David Livingstone ao longo da margem do lago Malawi, em 1859. Posteriormente chegam as missões presbiterianas escocesas que se dedicaram em extinguir o tráfico de escravos para o Golfo Pérsico, que continuou até o final do século XIX. Outros missionários, comerciantes, caçadores, e plantadores chegam logo em seguida.

Em 1883, um cônsul britânico foi apontado para manter relações com os "reis e chefes da África central", e em 1891, é estabelecido o protetorado da Niassalândia (Nyasa é a palavra yao para "lago"). Em 1953, Niassalândia, Rodésia do Norte e Rodésia do Sul se juntam para formar a Federação da Rodésia e Niassalândia. A federação é dissolvida em 1963 e a 6 de julho de 1964, a Niassalândia se torna independente sob o nome de República do Malawi, tendo como líder Hastings Banda, que permanece no poder até 1993, quando fica gravemente doente. Uma crescente inquietação interna aliado à pressão da igreja e da comunidade internacional levou a um referendo sobre a continuação do estado de partido único, que vigorava desde a independência. Em 14 de junho de 1993, o povo de Malawi votou esmagadoramente a favor da democracia multipartidária, e no espaço de um ano eleições nacionais foram realizadas.

O Malawi experimenta sua primeira transição entre presidentes democraticamente eleitos em maio de 2004. Em 2012, Malawi pede à União Africana para intervir em uma disputa de fronteira com a Tanzânia sobre o Lago Malawi, que é potencialmente rico em petróleo e gás. O Malawi contesta a alegação da Tanzânia, que diz ter direito sobre metade do lago.

Bibliografia:
Malawi profile (em inglês) Disponível em: <http://www.bbc.co.uk/news/world-africa-13864367>. Acesso em: 31 out. 2012.
Background Note: Malawi (em inglês) Disponível em: <http://www.state.gov/r/pa/ei/bgn/7231.htm>. Acesso em: 31 out. 2012.
Mapa: http://www.istanbul-city-guide.com/map/country/malawi-map.asp

Arquivado em: África