Steven Spielberg

Nascido em 18 de dezembro de 1947 em Ohio (Cincinatti, EUA), Steven Allan Spielberg desde cedo mostrou a que veio: com 13 anos (em 1960) ganhou seu primeiro prêmio com um curta-metragem de quarenta minutos que falava sobre a guerra, chamado Fuga do Inferno. Daí até ser recusado como aluno de cinema pela University Southern California, ele já havia feito mais dois filmes chamados Firelight (1963) e Amblin (um curta de 24 minutos que foi exibido no Festival de Atlanta). Acabou entrando para a Universidade Estadual da Califórnia onde fez mais cinco filmes.

Steven Spielberg (2013). Foto: Featureflash Photo Agency

Seu primeiro filme de sucesso foi um longa-metragem feito para a televisão, em 1971, chamado Encurralado, com o ator Dennis Weaver no elenco e que fez com que ficasse conhecido (e disputado) entre os estúdios. O que lhe rendeu a oportunidade de produzir o seu primeiro grande sucesso para o cinema: o filme Tubarão, produzido em 1975, colocou o nome de Spielberg entre os mestres do cinema americano e a partir daí ele não parou mais, foi um sucesso atrás do outro incluindo o grande clássico de ficção científica “Contatos Imediatos de Terceiro Grau”, de 1977.

Até abrir sua própria produtora em 1984, a Amblin Productions, Steven produziu alguns grandes sucessos como: “Os Caçadores da Arca Perdida” (1981) onde imortalizou o caçador de tesouros Indiana Jones e que ainda teria mais duas continuações de igual sucesso (“Indiana Jones e o Templo da Perdição”, de 1984 e “A Última Cruzada” de 1989); em 1982 ele ainda lançou um dos filmes mais assistidos em todo o mundo “E.T. – O Extraterrestre”.

Já com sua primeira produtora , Spielberg lançou “De Volta para o Futuro” que teve duas continuações; “Goonies”, “Uma Cilada para Roger Rabbit” (uma mistura de desenho animado e filme); “Gremlins” (1984); “Os Flintstones” (filme baseado no desenho criado por Willian Hanna e Joseph Barbera na década de 60); “Gasparzinho” (também baseado em um desenho animado desta vez da Harvey Comics, de 1945); “Tornado” ; “MIB - Homens de Preto”; e “A Máscara do Zorro”.

Em 1985 Spielberg provou para a crítica que também sabia fazer filmes adultos ao lançar “A Cor Púrpura” com Whoopi Goldberg e receber 11 indicações ao Oscar. Em seguida, no início da década de 90, Steven lança “Jurassic Park” e “A Lista de Schindler” ambos em 1993 que lhe renderam 10 Oscar no mesmo ano.

Em 1994 Spielberg inaugurou a DreamWorks SKG, onde lançou a continuação de Jurassic Park (O Mundo Perdido – Jurassic Park), Amistad e o Resgate do Soldado Ryan, com o qual ganhou um Oscar de Melhor Diretor.

Outras obras de Spielberg: “Sugarland Express”, longa metragem de 1974; “Colombo” e “Night Galery”, séries de TV onde produziu alguns episódios em 1970 e 1969-70, respectivamente; “Império do Sol” de 1987; “Vanilla Sky”, 2001; “1941 - Uma Guerra Muito Louca” de 1941-1979; “Poltergeist – O Fenômeno” de 1982; “No Limite da Realidade” de 1983; “A Missão” de 1985; a série de TV “Amazing Stories” baseada na revista homônima de ficção científica, em 1985 e depois em 1992; “Além da Eternidade” em 1989; “Hook, A Volta do Capitão Gancho” em 1991; “A Última Jornada” de 1999; “A.I – Inteligência Artificial” em 2001; “Minority Report – A Nova Lei” de 2002; “Prenda-me se for Capaz” também em 2002; “Transformers” de 2007; “A Casa Monstro” uma animação de 2006; “Munich” de 2005 (sobre o atentado nas Olimpíadas de Munique); “Memórias de Uma Gueixa” de 2005; “A Lenda do Zorro” em 2005; e mais um monte de outros trabalhos incluindo mini-séries, produções para a TV, making-of, participações como produtor executivo de desenhos, séries, documentários, filmes para TV e etc. Ou seja, ainda restam dúvidas sobre ele ser um dos maiores diretores da história do cinema (ou da história da história? Afinal não foram só filmes famosos...)? Sete dos vinte melhores filmes da história do cinema são dele. E ainda vem mais por aí, foram anunciados para 2009: “Jurassic Park IV”, “The Talisman” e “Transformers – Revenge of The Fallen”. Alguém duvida que vai fazer sucesso?

Arquivado em: Biografias, Cinema