Alfabeto Cirílico

É conhecido como alfabeto cirílico um sistema alfabético de escrita utilizado atualmente para representar a língua russa, além de várias outras na Europa oriental e na Ásia central. É também conhecido como azbuka, derivada dos nomes antigos das suas duas primeiras letras. Seu nome é uma referência a dois santos, Cirilo e Metódio, diáconos em Constantinopla, capital à época do Império Bizantino, mas, na verdade, acredita-se que seu criador seja São Clemente de Ohrid, que em algum momento durante o século X o desenvolveu a partir do alfabeto grego, acrescido de ligaduras e consoantes do alfabeto glagolítico e do búlgaro antigo para representar sons que não haviam na Antiga Grécia. Este novo sistema foi desenvolvido para registrar o antigo eslavo eclesiástico, a primeira língua eslava literária (Cirilo e Metódio foram na verdade o estruturador do alfabeto). Além do alfabeto grego foram acrescentados alguns símbolos inspirados na escrita hebraica para representar fonemas característicos das línguas eslavas.

Ele não apenas foi sempre o alfabeto búlgaro, como foi inventado na Bulgária. O afastamento de Roma das missões eslavas colaborou para sua gradativa assimilação pela Igreja cristã oriental.

Existem inúmeras chaves de transliteração do cirílico para o latino, mas nenhuma é reconhecida oficialmente como norma. O alfabeto alcançou sua forma atual em 1708 durante o reinado de Pedro I da Rússia (Pedro, O Grande). Entre 1917 e 1918, o alfabeto passou por uma reforma, onde foram eliminadas quatro letras: Ѳ ("fita", soava como Ф), Ѣ ("yat", soava como e), i e ѵ ("i" e "ijitsa", soavam como и).

O alfabeto cirílico passou a ser o terceiro alfabeto da União Europeia, ao lado do latino e do grego com a admissão da Bulgária em 2007. Além disso, ele é utilizado na escrita de cerca de 50 línguas na Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Cazaquistão, Macedônia, Mongólia, Montenegro, Quirguistão, Rússia, Sérvia, Tajiquistão e Ucrânia.

A expansão do alfabeto cirílico está associada principalmente às atividades de uma escola búlgara. Na Bulgária, o rei Bóris (São Bóris) em 860 se converteu ao cristianismo e o país se tornou o centro de propagação da literatura eslava, o que, por conseguinte, difundiu o alfabeto cirílico através do mundo eslavo. No século XIX, com a expansão do Império Russo e de seu sucessor, a União Soviética, o alfabeto cirílico irá se difundir pela Ásia Central, substituindo a escrita árabe, chegando até à Mongólia, que passou a usá-lo nos anos 20 em detrimento das escritas mongol e chinesa.

Assim como o alfabeto latino, o cirílico apresenta variações conforme o idioma que representa.

A tabela abaixo corresponde ao alfabeto usado na língua russa:

Cirílico Som equivalente em Português
Maiúscula Minúscula
А а a
Б б b
В в v
Г г g como em gato
Д д d
Е е é, ê, (ditongo)
Ё ё ô, (ditongo)
Ж ж j
З з z
И и i
Й й i curto (semi-vogal) após vogais
К к c como em cão
Л л l
М м m
Н н n
О о ô
П п p
Р р r como em cara
С с s como em sal
Т т t
У у u
Ф ф f
Х х rr fricativo velar, como em barra (pronúncia brasileira)
Ц ц ts
Ч ч semelhante a tch
Ш ш ch
Щ щ ch “brando”, como o "s" (e "ç", "ch" etc.) no nordeste de Portugal
Ъ ъ sinal forte (serve para indicar a não-palatalização de consoantes)
Ы ы e central, como em levar (na pronúncia de Portugal)
Ь ь sinal fraco (indica palatalização, como o h nos dígrafos portugueses nh ou l em lh)
Э э ê fechado
Ю ю (ditongo)
Я я (ditongo)

Bibliografia:
Alfabeto cirílico. Disponível em: <http://pt.conlang.wikia.com/wiki/Alfabeto_cir%C3%ADlico>. Acesso em: 24 mai. 2012.
Cyrillic alphabet (Кириллица) (em inglês). Disponível em: <http://www.omniglot.com/writing/cyrillic.htm>. Acesso em: 24 mai. 2012.
Alfabeto Cirílico e sua História. Disponível em: <http://www.joaoleitao.com/viagens/2008/04/07/aprender-russo-1-alfabeto-cirilico/>. Acesso em: 24 mai. 2012.
O Alfabeto cirílico. Disponível em: <http://tipografos.net/glossario/cirilico.html>. Acesso em: 24 mai. 2012.
Alfabeto Russo. Disponível em: <http://www.cursorusso.com.br/blog/lingua-russa/alfabeto-russo>. Acesso em: 24 mai. 2012.