Fontes de energia sustentável

Mestre em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais (UFAC, 2015)
Graduada em Ciências Biológicas (UFAC, 2011)

Os impactos negativos causados pelas formas tradicionais de geração de energia têm sido discutidos frequentemente, o que ocasiona uma busca constante por fontes alternativas de energia que sejam menos agressivas. Nesse sentido, o uso de fontes de energia sustentáveis surge como a melhor opção para que os princípios do desenvolvimento sustentável sejam atendidos. Uma fonte de energia é considerada sustentável quando mantém um ciclo equilibrado de produção e consumo e supre as necessidades humanas, garantindo o desenvolvimento econômico e social e a preservação ambiental. Uma fonte de energia pode ser ou não considerada sustentável.

A seguir estão as principais fontes de energia sustentável:

Energia eólica

Turbinas eólicas. Foto: Sergiy1975 / Shutterstock.com

Destaca-se como uma das mais promissoras, pois é renovável e de baixo impacto ambiental, não emite gases poluentes, além de ser relativamente de baixo custo. É obtida pela força dos ventos, que é captada por hélices ligadas a uma turbina que aciona um gerador elétrico. Nos últimos anos este setor de geração de energia está se expandindo amplamente e os custos para sua produção estão diminuindo. Mas, como todo projeto de energia elétrica, um projeto eólico deve levar em consideração alguns impactos socioambientais, que neste caso referem-se ao uso da terra para a instalação do parque eólico, impacto visual, emissão de ruídos e colisão de aves. Todos estes impactos podem ser atenuados, portanto a energia eólica é uma das formas de geração de energia elétrica que menos impactam o meio ambiente.

Energia solar

Painéis fotovoltaicos. Foto: Vibe Images / Shutterstock.com

Também representa uma alternativa de baixo impacto ambiental na produção de energia elétrica. É utilizada através das tecnologias fotovoltaica (conversão da luz em eletricidade) e fototérmica (conversão da energia solar em energia térmica). A energia solar pode ser considerada como uma fonte sustentável porque não polui durante seu uso, é renovável, os sistemas necessitam de manutenção mínima e é muito útil em lugares remotos e de difícil acesso. Os impactos ambientais deste tipo de energia restringem-se basicamente à extração de matéria-prima necessária para a construção dos painéis solares e aos resíduos gerados durante a fabricação e o fim da vida útil dos equipamentos, sendo que estes impactos podem controlados.

Energia da biomassa

Biomassa. Foto: nostal6ie / Shutterstock.com

Não representa uma fonte de energia específica e sim um grupo de fontes de energia diversas. Assim, as biomassas podem ser classificadas em “biomassas modernas”, que incluem os biocombustíveis, derivados do bagaço de cana-de-açúcar, madeira e outras fontes, e “biomassas tradicionais”, que compreendem a lenha, resíduos agrícolas, esterco animal e outros resíduos naturais. A utilização de biomassa como fonte de energia vem ganhando espaço e pode ser considerada uma alternativa sustentável desde que alguns fatores sejam considerados durante sua produção e utilização, como: uso de tecnologias eficientes para o aproveitamento da energia, métodos para controlar os poluentes que podem ser liberados e utilização de recursos florestais obtidos por meio de um manejo florestal adequado.

Referências:

Soares, T. S. et al. Uso da biomassa florestal na geração de energia. Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal, Garça, ano 4, n. 8, ago. 2006.

Dupont, H.D; et al. Energias Renováveis: buscando por uma matriz energética sustentável. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. Santa Maria, v.19, n-1, Ed. Especial, p. 70-81. 2015.

Arquivado em: Ecologia