Commodities

Especialista em Geografia do Brasil (Faculdades Integradas de Jacarepaguá, RJ)
Mestre em Educação (Estácio de Sá, 2016)
Graduado em Geografia (Simonsen, 2010)

Este artigo foi útil?
Considere fazer uma contribuição:


Ouça este artigo:

Para entender o que são commodities é necessário entendermos quais são os setores da economia. O setor primário é o setor da agropecuária e do extrativismo, o setor secundário são as indústrias, e o setor terciário é o setor do comércio e serviços, formando os setores clássicos da economia, somando-se o setor quaternário que seria o setor ligado a informação e ao conhecimento.

As commodities são as matérias-primas oriundas basicamente do setor primário e que são negociadas nas bolsas de valores. São produtos que exigem um refino ou pequena industrialização, como por exemplo o petróleo e o açúcar.

Por se tratarem de matérias-primas, as commodities são produtos de baixo valor agregado, portanto, geralmente os países que vivem de exportar commodities e importar produtos industrializados (com maior valor agregado), saem em desvantagem na sua balança comercial em relação aos países que vivem de exportar industrializados e importam commodities. Entretanto, não é impossível que países enriqueçam e se desenvolvam com relevante participação das commodities em seus mercados, até mesmo os Estados Unidos da América possuem uma presença forte das commodities em sua economia.

Atualmente o Brasil possui um papel importante no mercado mundial de commodities, sendo um dos maiores exportadores que existe. Não à toa, faz tempos que se ouve falar sobre o destino brasileiro de ser o celeiro do mundo. A soja, o café e o gado brasileiros possuem um papel considerável no mercado mundial.

Com a fusão/aquisição de diversas bolsas de valores pelo Brasil (Bolsa de Valores do Rio de Janeiro - BVRJ; Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros – BM&F, …), a única bolsa de valores em operação no Brasil é a B3 (anteriormente chamada de Bolsa de Valores de São Paulo, Bovespa), sendo portanto aquela que concentra toda a negociação de commodities em território brasileiro, contando com as seguintes commodities em seu hall de negociações:

  • soja
  • boi gordo
  • etanol anidro
  • etanol hidratado,
  • ouro
  • milho
  • açúcar cristal
  • petróleo
  • café arábica 4/5
  • café arábica 6/7.

É importante ressaltar que, conforme a listagem anterior, algumas commodities similares são negociadas separadamente. O etanol, por exemplo, é negociado de acordo com o seu nível de pureza, sendo o etanol anidro (puro) negociado separadamente do etanol já hidratado. Algo similar ocorre com o café arábica que é negociado de acordo com o tipo do grão 4-25 (4/5) ou 6-25 (6/7).

Algumas commodities brasileiras, como a soja, são produzidas basicamente na região Centro-Oeste, porém, outras commodities como a o petróleo são extraídas principalmente no litoral brasileiro (já que o petróleo brasileiro é extraído em grande parte do fundo do oceano e não das terras continentais, como em outros países), especialmente nas regiões Sudeste e Nordeste do Brasil. Note-se que a descoberta do pré-sal, o petróleo que fica em uma camada mais profunda do subsolo oceânico, abaixo de uma camada de sal, aumentou o potencial brasileiro de produção petrolífera, o que impacta diretamente no mercado de commodities.

Referências:

http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00291959008552242

http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/produtos/listados-a-vista-e-derivativos/commodities/

Arquivado em: Economia