Isometria

Graduação em Educação Física (Unesp, 1999)
Mestre em Ciências da Motricidade (Unesp, 2002)
Doutorado em Integração da América Latina (USP, 2013)

Publicado em 08/08/2022
Ouça este artigo:

O termo isometria tem origem grega e significa mesma medida, uma vez que os músculos não alteram seu comprimento durante essa prática. Trata-se de uma prática de contração muscular, sem haver de fato a realização de movimentos. Para tanto, se utilizam do peso do próprio corpo ou de algum tipo de resistência externa para fazer os exercícios.

Entre os benefícios da prática com isometria, encontra-se o fortalecimento muscular, além da hipertrofia, melhoria do alinhamento da coluna, prevenção de lesões, reabilitação de lesões, fortalecimento ósseo, aumento da potência e da resistência muscular e redução das doenças cardiovasculares (MORAES, 2019). Deve-se ressaltar que esses benefícios não são maiores do que em exercícios tidos como tradicionais. Entre as atividades mais tradicionais, o pilates, treinamento funcional, musculação e a ioga se apresentam como modalidades que se utilizam da isometria, para benefício de seus praticantes. (CORTEZ, 2021)

Tipos de exercícios mais comuns em isometria: prancha e suas variações, elevação de quadril, agachamento isométrico, são alguns exemplos de práticas de isometria. Ou seja, exercícios isométricos são aqueles que, com o praticante em determinada posição, ele tende a ficar estático nessa mesma posição por determinado tempo. Assim, é comum que o aluno realize entre três à quatro séries do mesmo exercício em até um minuto em cada série.

Prancha estendida, um exercício de isometria. Foto: Jaykayfit / WIkimedia / CC-BY-SA 3.0

A eficiência de atividades físicas de tipo isométrico pode ser vista no estudo de Arruda et.al. (2014). Estudo aplicou exercício isométrico em idosos entre 65 a 75 anos de idade, cujo objetivo foi o de avaliar os efeitos do treinamento isométrico resistido nos movimentos sentar e levantar. Assim, os resultados mostraram que dez repetições em força máxima de resistência mantida, aplicada duas vezes por semana responderam e resultaram em ganho de força muscular, havendo melhora da força muscular, bem como do desempenho funcional em se sentar e levantar. (ARRUDA, M.F. et.al., 2014)

Mas, todos podem fazer exercícios isométricos? A prática isométrica privilegia muito os praticantes com problemas articulares ou de mobilidade. Isso porque não há exigência das articulações com esse tipo de exercício. Segundo Bonnel (s/d) esta prática é contraindicada para crianças, idosos, sedentários, fumantes e hipertensos, mas já foi visto que, se bem orientada por um profissional de Educação Física, a isometria pode, sim, ter bons resultados entre idosos. Ademais, entre crianças e adolescentes, também poderá ter resultados positivos, uma vez que pessoas dessa faixa etária podem ter bons resultados com a prática da musculação, certamente teriam também com isometria. Mas é fundamental ressaltar mais uma vez que esta prática somente deve ser realizada com a orientação de um profissional de Educação Física.

Assim, nesse sentido, de todos os tipos de exercício físico, a isometria parece ter resultados muito bons de fortalecimento muscular e de hipertrofia, sem comprometer as articulações durante a prática, o que tende a reduzir a quantidade de lesões entre os praticantes, caso o exercício seja feito corretamente, com supervisão. Um exemplo foi o estudo de Arruda et.al. (2014), que observou excelentes resultados da prática da isometria voltada ao movimento de se sentar e levantar entre idosos. Ademais, ressalta-se que aqui foi visto: a origem da palavra isometria; o conceito de isometria; benefícios da prática da isometria; tipos mais comuns de exercícios; exemplo da eficiência da isometria entre praticantes idosos.

Referências:

ARRUDA, M.F. et.al. Ganho de força e função em idosos por treino isométrico com e sem resposta visual. Revista brasileira de medicina do esporte, v.20, n.4, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1517-86922014200401967. Acesso em 06/03/2022.

BONNEL, S. Isometria é grande aliada na hora de desenvolver a musculatura. Globo esporte, s/d. Disponível em: http://ge.globo.com/eu-atleta/treinos/guia/isometria-e-grande-aliada-na-hora-de-desenvolver-e-fortalecer-musculatura.html. Acesso em 07/03/2022.

CORTEZ, D. Exercícios isométricos: o que são e quais seus benefícios para o treino. Viva Bem – Uol, 2021. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/01/26/exercicios-isometricos-o-que-sao-e-quais-seus-beneficios-para-o-treino.htm. Acesso em 06/03/2022.

MORAES, J. Exercício isométrico: o que é e quais são os benefícios. Movimento, 2019. Disponível em: https://vitat.com.br/exercicio-isometrico/. Acesso em 07/03/2022.

Arquivado em: Educação Física