Questões da prova URCA 2016/2

Selecionamos as questões mais relevantes da prova de vestibular URCA 2016/2. Confira!
* Obs.: a ordem e número das questões aqui não são iguais às da prova original.

Questão 51:

Leia atentamente este trecho de Poema:

Carta a Stalingrado
Stalingrado...
Depois de Madri e de Londres, ainda há grandes cidades!
O mundo não acabou,
pois que entre as ruínas outros homens surgem,
a face negra de pó e de pólvora,
e o hálito selvagem da liberdade
dilata os seus peitos, Stalingrado,
seus peitos que estalam e caem
enquanto outros, vingadores, se elevam.

A poesia fugiu dos livros, agora está nos jornais.
Os telegramas de Moscou repetem Homero.
Mas Homero é velho.
Os telegramas cantam um mundo novo
que nós, na escuridão, ignorávamos.
Fomos encontrálo
em ti, cidade destruída,
na paz de tuas ruas mortas mas não conformadas,
no teu arquejo de vida mais forte que o estouro das bombas,
na tua fria vontade de resistir.
.........................................................................................
As cidades podem vencer, Stalingrado!
.........................................................................................
Em teu chão calcinado onde apodrecem cadáveres, a grande Cidade de amanhã erguerá a sua Ordem.

(ANDRADE, Carlos Drummond de. "A rosa do povo". 23. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001. p.158160.)

A partir dessa leitura, é CORRETO afirmar que o poeta expressa mais do que suas ideias, pois expressa o pensamento de um grupo de intelectuais brasileiros dos anos de 1940 e 1950 que:


Questão 52:

Observe o texto a seguir:

“Trocar de senhor podia significar muitas coisas: com uma venda podiam ser alteradas as condições de vida e de trabalho, laços familiares e amizades. Alianças diversas podiam ser desfeitas, acordos rompidos e conquistas perdidas. Mas os escravos não viviam este processo de forma passiva, como uma simples mercadoria." (Silvia Hunold Lara, pesquisadora do Centro de Pesquisa em História Social da Cultura do IFCH, da Unicamp )

Sobre o processo escravidão e o processo de abolição no Brasil, observe as afirmações a seguir e assinale a alternativa CORRETA.

I. As relações entre senhores e escravos eram pautadas no paternalismo benevolente dos senhores, o que deu origem a uma democracia racial no País, que nos permite uma sociedade na qual não identificamos preconceitos étnicos.
II. Os movimentos negros e afrodescendentes e muitos intelectuais defendem que a rebeldia escrava foi fundamental para o processo abolicionista, pois os cativos não se submeteram passivamente aos desmandos senhoriais.
III. Pela atual historiografia é possível perceber que os cativos tinham valores e projetos diferentes daqueles de seus senhores, construíram alternativas de vida, conquistaram pequenos espaços de autonomia econômica, social e cultural, e suas ações transformaram as próprias relações de dominação a que estavam submetidos.
IV. Além das fugas, dos quilombos e das rebeliões, ou das ações mais cotidianas, muitos cativos chegaram a usar os tribunais, buscando garantir o direito à alforria ou defendendo-se contra os interesses senhoriais mesmo quando não podiam acionar diretamente a justiça.
V. As roças e outras atividades econômicas informais que sustentavam um certo grau de autonomia econômica permitiam que alguns escravos acumulassem dinheiro para comprar sua alforria ou a de seus familiares.

Estão CORRETAS:


Questão 53:

Durante o período clássico da polis grega (entre os séculos V e IV a.C.), é CORRETO afirmar a respeito da vida econômica e social em Atenas:


Questão 54:

Considerando a figura e a legenda abaixo marque a alternativa que melhor representa o caminho percorrido pelo espermatozoide até a fecundação:

Legenda: Trompa de Falópio → 1, Testículo → 2, Vagina → 3, Ducto Deferente → 4, Epidídimo → 5, Uretra → 6 e Útero → 7.


Questão 55:

Sabemos que a célula vegetal apresenta algumas estruturas que permitem distingui-la de uma célula animal. No entanto, ambas possuem o material genético concentrado no interior do núcleo, o qual é delimitado por uma membrana. No caso da célula vegetal além dessa região o material genético também é encontrado no interior do:


Questão 56:

A gripe A, é uma doença respiratória causada por uma cepa do vírus Influenza A (H1N1). Devido a mutações no agente etiológico e transmissão direta, principalmente por meio de espirro, tosse ou de secreções respiratórias de pessoas infectadas e que, em 2009, causou a primeira pandemia do século XXI e agora em 2016, principalmente na Região Sudeste, desde março estamos passando por nova ameaça com a influenza H1N1. Diante da gravidade da doença, todos os anos o Ministério da Saúde MS vem realizando ações educativas em saúde e campanhas de vacinação, principalmente nos meses de abril e maio devido às mudanças climáticas no país.

Analise as alternativas a seguir e marque aquela que indica o motivo pelo qual a vacina anual é necessária:


Questão 57:

Durante a realização de uma aula de campo na Floresta Nacional do Araripe em Crato os alunos da disciplina de Fisiologia Vegetal do Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas da URCA coletaram vários exemplares de material botânico. Chegando ao Laboratório de Botânica, atribuíram uma numeração para cada tipo de material botânico de acordo com os tipos de organismos e classificaram conforme algumas características (fotossintetizantes, com tecidos condutores, com flores, com frutos e com sementes). 1 - Cianobactérias, 2 - Algas, 3 - Fungos, 4 - Liquens, 5 - Musgos (com estrutura de reprodução), 6 - Samambaia (com estrutura de reprodução), 7 - Pinheiro (coletado na praça com estrutura de reprodução) e 8 - Mangueira (com estrutura de reprodução). No quadro abaixo, a alternativa que mostra a classificação correta desses organismos é:


Questão 58:

O Endocrinologista é o médico que cuida dos transtornos das glândulas endócrinas. Essas glândulas são órgãos que secretam substâncias no sangue, conhecidas como hormônios, que regulam praticamente todas as funções orgânicas, e portanto as alterações hormonais podem provocar diversas doenças, envolvendo o organismo como um todo, a Diabetes é uma delas. Neste contexto sabemos que: “Um homem diabético têm um problema de funcionamento do pâncreas, que produz pouca ou nenhuma insulina, hormônio relacionado ao metabolismo dos açúcares. No diabético, a glicose presente no sangue atravessa a membrana plasmática com dificuldade; dessa forma, as mitocôndrias ficam privadas do açúcar necessário ao seu funcionamento e acabam por queimar outras substâncias da unidade fundamental do ser vivo para a obtenção de energia”.

Os termos sublinhados no texto correspondem, respectivamente, aos seguintes níveis de organização em Biologia:


Questão 59:

Observe com atenção e correlacione as colunas abaixo:

Estrutura                                                       Função
(A) Autótrofo                                                   ( ) possui membrana nuclear
(B) Fotossíntese                                              ( ) capacidade de reagir a estímulos
(C) Heterótrofo                                               ( ) possui mais de uma célula
(D) Procarionte                                               ( ) processo de produção de alimentos
(E) Unicelular                                                 ( ) se alimentam de outros seres
(F) Eucarionte                                                 ( ) o material genético não está em um núcleo
(G) Pluricelular                                               ( ) etapas do desenvolvimento de um ser vivo
(H) Excitabilidade/Irritabilidade               ( ) seres que produzem seu alimento
( I ) Ciclo Vital                                                 ( ) processo de obtenção de energia
(J) Respiração                                                 ( ) possui apenas uma célula

A sequência CORRETA da estrutura com sua respectiva função é:


Questão 60:

Floresta Nacional do Araripe: Clima tropical quente de seca atenuada com a estação chuvosa atrasando para o outono. Média pluviométrica de 1.000 milímetros anuais. Temperatura oscilante entre 15 e 25ºC. Relevo tabular com cotas mínimas de 840 e máximas de 920 metros. Solos: Latossol vermelho-amarelo distrófico, originário de arenitos do Cretáceo Superior (Formação Exu), acentuadamente drenado com elevados teores de alumínio. Flora apresenta diferente fisionomias, classificadas em: a) Floresta Úmida Semi-Perinifólia principais espécies: jatobá, pau d'arco, murici, pau d'óleo; b) Transição Floresta Úmida/Cerrado: piquizeiro, visgueiro, faveira, janaguba, lacre; c) Cerrado: rumã brava, cambuí, cajuí, amarelo; d) Carrasco: catuaba, jiquiri, mucunã, cidreira brava, jurubeba e e) Floresta Úmida Degradada pelo fogo: poucas espécies predominância de pastagens. Quanto a Fauna: A avifauna: são 34 gêneros totalizando 88 espécies, das quais duas são incomuns na região, uma é rara e duas fazem parte da lista dos animais ameaçados de extinção. Algumas das aves citadas pelo nome Azul, Periquito, Chorró; A mastofauna: veado, cotia, tatu, tamanduá, onça, gato-do-mato, raposa, morcego, guaxinim; Herpetofauna: Teiú, camaleão e algumas espécies de cobra dos gêneros Bothrops,Crotalus e Micrurus e Insetos: sem dúvida a entomofauna da Floresta do Araripe é muito rica. As ordens mais abundantes são coleóptera, isóptera, homptera, hemíptera e hymenóptera. No entanto, desde sua criação em 1946 a FLONA Araripe vem sofrendo drasticamente os efeitos das ações antrópicas.

Sobre os impactos ambientais provenientes da perda da biodiversidade (fauna e flora), a escassez dos recursos hídricos, a adoção de práticas degradantes do meio físico, podemos afirmar:

02) Que ainda há na FLONA plantio de morro abaixo e queimadas.
04) Que há desmatamento deixando os solos expostos aos raios solares, aumentando a sua temperatura, a evaporação e a destruição de microorganismo.
08) Que o intenso uso pela pecuária, o desflorestamento da mata ciliar, a mineração, entre outras atividades, têm contribuído para o aumento da degradação assim como, colocando as populações locais em situações vulneráveis.
16) Que a falta de fiscalização eficiente e o pouco contingente de guardas florestais tem permitido a população circunvizinhas a fazer usufruto das espécies vegetais para fins madeireiros, lenha, produção de carvão e comércio das espécies medicinais de uso popular.
32) Que o governo juntamente com os órgãos não-governamentais tem conseguido conscientizar a população caririense sobre a importância e o uso da flora e da fauna de forma sustentável e adequada para preservação deste ambiente, inclusive a importância da conservação da flora no sopé e nas encostas da Chapara da Araripe para preservação e manutenção de suas fontes naturais. Atitudes estas de importância relevante na manutenção do equilíbrio hidrológico, climático, ecológico e edáfico do Complexo Sedimentar do Araripe.

Somatório da(s) alternativa(s) correta(s):


Páginas: 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10 11 12 13