Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA)

Mestrado em Geografia (UFSC, 2015)
Graduação em Geografia (UFSC, 2012)

A Associação Europeia de Livre Comércio (ou EFTA, sigla em inglês para European Free Trade Association) foi fundada na Convenção de Estocolmo (ou Convenção da EFTA) em 1960, para promover uma cooperação econômica mais estreita e o livre comércio na Europa. Seus membros fundadores foram Áustria, Dinamarca, Noruega, Portugal, Suécia, Suíça e Reino Unido.

Símbolos da EFTA em 1960 e em 2019.

A partir da década de 1970, alguns dos membros fundadores abandonaram o EFTA na medida em que ingressaram na Comunidade Econômica Europeia (CEE), o mesmo acontecendo em relação à União Europeia (UE) a partir de 1993, quando foi instituída com o Tratado de Maastricht. A composição do EFTA também foi alterada ao longo das décadas em função do ingresso de novos Estados ao grupo. A seguir, é apresentada síntese da evolução de membros da Associação:

  • 1961 - Finlândia torna-se membro associado da EFTA.
  • 1970 - Islândia se torna membro da EFTA.
  • 1972 - Dinamarca e o Reino Unido deixam a EFTA para ingressar na CEE.
  • 1985 - Portugal deixa a EFTA para se tornar membro da CEE.
  • 1986 - Finlândia torna-se membro de pleno direito da EFTA.
  • 1991 - Liechtenstein torna-se membro da EFTA.
  • 1995 - Áustria, Finlândia e Suécia deixam a EFTA para ingressar na UE.

Diante desse histórico, atualmente a EFTA é uma organização intergovernamental composta pelos seguintes Estados-membros: Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça. A atual missão da EFTA é promover o livre comércio e a integração econômica em benefício de seus quatro Estados-membros e em benefício de seus parceiros comerciais em todo o mundo.

São três as principais tarefas da Associação:

  • Manutenção e desenvolvimento da Convenção da EFTA, que regula as relações econômicas entre os quatro Estados da EFTA;
  • Desenvolvimento da rede mundial de acordos de livre comércio da EFTA;
  • Gestão do Acordo sobre o Espaço Econômico Europeu (Acordo EEE), que reúne os Estados-Membros da União Europeia e três dos países da EFTA - Islândia, Liechtenstein e Noruega - em um mercado único, também conhecido como “mercado interno”.

O Acordo sobre o Espaço Econômico Europeu, que entrou em vigor em 1º de janeiro de 1994, reúne os Estados-membros da UE e os três países do EEE/EFTA - Islândia, Liechtenstein e Noruega - em um mercado único, conhecido como "mercado interno". A Suíça não faz parte do Acordo EEE, mas possui um conjunto de acordos bilaterais com a UE.

Os países que fazem parte da EFTA ocupam áreas descontínuas na Europa: A Noruega está localizada ao Norte na península escandinava, a Islândia é um país nórdico insular situado no oceano Atlântico Norte relativamente isolado (a cerca de 800 quilômetros do Reino Unido), enquanto que Suíça e Liechtenstein estão no centro do continente europeu e sem acesso ao mar. Juntos, os quatro países, possuem aproximadamente 505 mil quilômetros quadrados de área terrestre, o maior deles é a Noruega com 365.123 km², sendo pouco mais extenso que o estado brasileiro de Goiás, e o menor é o pequeno principado de Liechtenstein com 160 km², o que representa área inferior à grande maioria dos municípios brasileiros.

Cartograma de localização dos países-membros do EFTA. Elaborado por Paulo Roberto Vela Júnior.

A EFTA reúne população de 14,2 milhões de habitantes, sendo a Suíça o país mais populoso do grupo com 8,5 milhões. Enquanto que o país mais densamente ocupado é Liechtenstein, com 237 habitantes por quilômetro quadrado. As dez cidades mais populosas do grupo são:

  • Oslo (Noruega) com 673 milhões de habitantes;
  • Zurique (Suíça) com 415 milhões de habitantes;
  • Bergen (Noruega) com 280 milhões de habitantes;
  • Genebra (Suíça) com 202 milhões de habitantes;
  • Trondheim (Noruega) com 190 milhões de habitantes;
  • Basileia (Suíça) com 177 milhões de habitantes;
  • Lausana (Suíça) com 139 milhões de habitantes;
  • Berna (Suíça) com 134 milhões de habitantes;
  • Stavanger (Noruega) com 133 milhões de habitantes; e
  • Reykjavík (Islândia) com 130 milhões de habitantes.

Em relação à economia do EFTA, o Produto Interno Bruto (PIB) em 2018 foi de 1,172 trilhão de dólares, sendo que desse total, 705 bilhões referem-se ao PIB da Suíça (20ª economia do mundo) e 435 bilhões ao PIB da Noruega (29ª economia do mundo). Caso fosse um país, o grupo seria a 16ª economia do mundo, posicionado entre o México (US$ 1,223 tri) e a Indonésia (US$ 1,042 tri).

Leia também:

Fontes:

EFTA. Associação Europeia de Livre Comércio. Disponível em: <https://www.efta.int>. Acesso em: 15/11/2019.

Wikipedia. Associação Europeia de Livre Comércio. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Associa%C3%A7%C3%A3o_Europeia_de_Livre_Com%C3%A9rcio>. Acesso em: 15/11/2019.

World Bank. The World Bank Data. Disponível em: <https://data.worldbank.org>. Acesso em: 15/11/2019.

Arquivado em: Economia, Europa