Impérios da Somalia

A Somália possui um passado rico em importantes estados islâmicos. Praticamente desde o nascimento da fé muçulmana na vizinha península arábica, inicia-se a propagação da religião no chamado "chifre da África", principalmente através do comércio, e a área, que até então era ligada ao império de Axum, e o seu herdeiro, o império etíope, começa a se distanciar do mesmo criando uma cultura e personalidade própria. Mogadíscio (em somali, "O Assento do Xá"), já começa a se tornar um importante centro islâmico no século VIII.

Destacam-se entre as importantes civilizações erguidas pelo povo somali:

Império (Sultanato) de Adal

Possuía importante centro intelectual e religioso no porto de Zeila, que influenciou o ensinamento do islã feito pelos mulás (clérigo responsável pela educação). Conquistou boa parte da vizinha Etiópia, construindo ou reformando várias cidades modernas, mesmo para os padrões europeus e asiáticos, como Maduna, Abasa, Berbera e Harar. Estes centros possuíam fortalezas amuradas, sistema de cisternas, casas com átrios e belos jardins, similares a Alhambra, na Espanha e santuários. O fim do sultanato ocorre em 1555, para isso contribuindo muitos os navegadores portugueses, que já possuíam interesses comerciais na área.

Estado de Ajuuraan

Outro importante império somali, existiu do século XIV ao XVII, e conseguiu derrotar as ameaças de portugueses e dos vizinhos Oromo, povo hoje majoritariamente habitante da Etiópia. Várias áreas do conhecimento eram fomentadas pelos monarcas de Ajuuraan, como por exemplo Engenharia Hidráulica, Arquitetura, Astronomia, artes em geral, além de ser o local de origem da arte marcial somali, o Istunka.

Sultanato de Warsangali

Esta casa imperial se localizava no nordeste e parte do sudeste da Somália, sendo maior dos estados organizados no país, existindo do século XIII até o XIX, e sob o qual se assentou, em grande parte, a colônia britânica da Somalilândia.

Dinastia Gobroon

Ativa entre o fim do século XVII e século XIX, num período em que os portugueses tinham deixado de interferir na região e se assentaram em Moçambique, sendo que agora a potência alienígena que atuava na área era Omã. Formando um império de forte cunho militar, eles derrotaram os omanis, forçando-os a pagar tributo pelo comércio exercido na área, além de exercerem um rico comércio escravagista.

Sultanato de Hobyo

Este sultanato, com capital na cidade de mesmo nome foi um importante estado no fim do século XIX e início do XX, tornando-se independente do um estado maior na área, o Sultanato de Majeerteen, por obra de Yusuf Ali Kenadid. Kenadid, pretendente do trono de Majeerteen, fundou Hobyo para influenciar seu domínio sob a região, aliando-se por fim aos italianos para conseguir seu intento. Com a ascensão do facismo na Itália, porém, a ordem é de que todos os estados independentes da Somália sejam extintos para dar lugar a um comando centralizado italiano em Mogadíscio. Tal descisão gera a rebelião de Omar Samatar, derivada do nome de um general do sultão Yusuf que comandou este movimento, durante 1925 e 1926, e causou grandes dificuldades à atividade de colonização italiana.

Estado Dervixe

Existiu de 1896 a 1920 e é o símbolo da resistência somali à dominação europeia, tendo à sua frente o ícone nacional Muhammad Abdullah Hassan, apelidado de "Mulá Louco" pelos britânicos. Sua capital era Taleex, cidade fortemente protegida, com alta amurada e cerca de catorze fortes guardando o perímetro da cidade. Este estado possuía tal nome pelo fato da sua força militar ser majoritariamente do secto sufi conhecido pelo nome de "dervixe". Conseguiu resistir à colonização europeia, às investidas do Império Etíope e dos sultões locais até pouco depois da Primeira Guerra Mundial. Foi com o objetivo de conquistar Taleex que os britânicos pela primeira vez utilizaram-se de aviões para bombardear a cidade e tomá-la.

Bibliografia:
Greatest Somali Empires and Kingdoms (em inglês). Disponível em:
http://www.somalinet.com/forums/viewtopic.php?f=18&t=234055 . Acesso em: 29 jul. 2011.

History of Somalia (em inglês). Disponível em:
http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_Somalia. Acesso em: 29 jul. 2011.