Resumo: Sagarana

Sarapalha

Em um vilarejo quase deserto, às margens do Rio Pará, um surto de malária levou a população a partir. Em uma propriedade rural vazia, restaram três habitantes: Primo Ribeiro, Primo Argemiro e uma preta velha que todos os dias prepara a refeição. Não há como trabalhar nessa região.

O fantasma da morte assombra os primos. Um dia Ribeiro, achando que vai morrer, conta ao Primo Argemiro que a esposa partiu com um boiadeiro, deixando-o sozinho. Ele quis seguir os dois, mas se os achasse teria que assassinar o casal e lhe faltava ousadia para tanto.

Aproveitando as confidências, Argemiro confessa que era apaixonado por Luísa, a esposa de Ribeiro, embora nunca tenha se declarado a ela ou lhe desrespeitado. Embora sem forças e febril, por causa da malária, Ribeiro se enfurece com o primo. Apesar da insistência deste, ele não lhe concede o perdão e o expulsa.

Argemiro parte praticamente se arrastando e ainda, no caminho, é confundido pelos pássaros com um espantalho. Ele lamenta nunca ter se declarado para Luísa e sonha com ela, rememorando seu rosto antes do casamento. No cenário que o cerca ele vê flores azuis, mesma cor do vestido que cobria sua amada no dia do matrimônio.

Duelo

Turíbio Todo foi a uma pescaria e disse à esposa que retornaria apenas no dia seguinte. Na margem do rio o protagonista sofreu um incidente e acabou voltando ao anoitecer. Então ele flagrou a esposa com Cassiano Gomes, ex-policial e perito em armas. Turíbio fingiu nada ter visto e teceu um plano. Dias depois, pronto para a fuga, ele foi à residência do rival e atirou na nuca dele, um tiro certeiro, mas por engano matou o irmão dele, Levindo Gomes. Após o enterro, Cassiano se fechou no interior de sua morada. Preparou tudo e então iniciou a vingança.

Na perseguição Cassiano viu seus planos serem frustrados. Turíbio, exímio conhecedor das redondezas, levava vantagem. O protagonista estava tão confiante que regressou para casa e passou a noite com sua mulher, Dona Silvana.  Nessa ocasião ele confidenciou à esposa sua estratégia derradeira. Ele contava que o coração do rival não suportaria a pressão. Mas, quando foi possível, a companheira entregou seus planos para Cassiano.

Cinco meses se passaram sem que eles se enfrentassem. Então Turíbio, iludido com a ideia de fazer fortuna em São Paulo, partiu para a cidade grande. Depois levaria a esposa.  Enquanto isso, Cassiano, doente, tomou uma decisão; antes de sua morte ele acabaria com Turíbio. Ao passar pelo vilarejo chamado Mosquito, sua saúde piorou. Ele não conseguiu contratar ninguém que matasse seu rival.  Antes da sua morte, ele conhece um sertanejo chamado Vinte-E-Um, na verdade Antônio. Cassiano o ajuda inclusive a salvar a vida do filho. Quando ele morre, Turíbio retorna seguro de si. Mas Vinte-E-Um, desejoso de fazer justiça ao seu antigo benfeitor, acaba com a vida de Turíbio.

Arquivado em: Resumos de Livros