Leopardo

Graduada em Ciências Biológicas (USU, 2009)

O leopardo, Panthera pardus, também chamado de pantera, faz parte da família dos felinos e comumente confundidos com as onças-pintadas. Os leopardos distinguem-se da onça pintada pela cor suave do pelo dourado com manchas negras, olhos claros e transparentes e formas esbeltas, mas principalmente pelas manchas que no leopardo são circulares e nas onças são em formato de rosas. Alguns leopardos são completamente escuros devido à concentração de melanina na pele e chamados "panteras negras".

Leopardo. Foto: William MacFarland / Shutterstock.com

O leopardo é encontrado na África, na Ásia, e algumas partes da Europa. A África é o continente que concentra a maior variedade de subespécies, totalizando 11 tipos diferentes. Não existem estimativas assertivas quanto ao número de indivíduos no meio ambiente devido à escassez cientifica neste ramo.

De hábitos predominantemente noturnos, mas podem ser vistos em atividade durante o dia. Possuem a dieta mais ampla dentro dos carnívoros de grande porte, caçam aves e outros mamíferos de menor e maior porte que o seu. Com uma única patada pode provocar feridas graves em suas presas. O leopardo usa a sua força para transportar a sua caça para cima de uma árvore e assim tira do alcance de outros predadores como os leões e as hienas que muitas vezes podem afugentar o leopardo de perto da caça. Um leopardo consegue carregar animais 6 vezes mais pesados que ele mesmo. Muitas vezes o leopardo com fome pode comer qualquer coisa até mesmo um inseto e quando há escassez de antílopes e gnus, suas caças mais comuns, ataca babuínos e outros macacos para se alimentar.

Leopardo negro (ou pantera negra). Foto: Anton_Ivanov / Shutterstock.com

As características do animal são: o corpo robusto, pescoço longo, patas curtas com unhas afiadas e cauda longa, pelagem densa e amarelada com manchas em forma de circulo, são excelentes escaladores de árvores. Mede até 2,5 metros de comprimento considerando a cauda (que geralmente mede 1 metro) e pesa cerca de 90 kg, são animais solitários, sendo encontrados em duplas apenas na época do acasalamento.

O habitat do leopardo varia muito, podendo ser encontrado em florestas tropicais, planícies de pastagem, desertos e áreas alpinas. Os leopardos também podem persistir perto de grandes cidades, incluindo Mumbai e Johanesburgo.

Os machos se locomovem em territórios de até 40 km² e normalmente sobrepõe o território de várias fêmeas. A época de acasalamento começa em fevereiro e vai até março, o período fértil da fêmea dura cerca de 6 a 7 dias. Sua gestação dura aproximadamente de 90-105 dias e ninhada de 2 a 4 filhotes. O filhote tem a pelagem clara no tom de bege quase chegando ao branco.

Leopardo. Foto: Phillip Allaway / Shutterstock.com

Os leopardos encontram-se como vulneráveis na lista de espécies ameaçadas pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). Algumas pesquisas indicam que os leopardos deveriam ser listados como Criticamente em Risco. Estes animais já estão extintos em 6 países, sendo eles: Hong Kong, Líbia, Singapura, Síria, Arábia Saudita, Kuwait e Tunísia. O principal risco que estes animais correm para a sobrevivência é a perda do espaço territorial principalmente pelo desmatamento, a fragmentação impedindo o deslocamento em busca de presas, a diminuição no número de presas, conflito com pessoas, caça ao animal que é utilizada como troféu, caça para consumo da carne e assassinatos indiscriminados. Na África quase todo o território onde encontra-se os leopardos estão classificadas como áreas de proteção ambiental.

Bibliografia:

FRIEDMANN, Y. TRAYLOR-HOLZER, K. Leopard (Panthera Pardus) case study. NDF Workshop Case Studies, Mexico, 2008.

JACOBSON, A.P. et al, 2016. Leopard (Panthera pardus) status, distribution, and the research efforts across its range. PeerJ 4:e1974; DOI 10.7717/peerj.1974.

Site The Nature Conservancy: https://www.nature.org/newsfeatures/specialfeatures /animals/mammals/leopard.xml?redirect=https-301. Acessado em: 11/02/2018.

Site da Universidade de Michigan – Museu de Zoologia: http://animaldiversity.org/accounts/Panthera_pardus/. Acessado em: 11/02/2018.

Arquivado em: Mamíferos