Família Calyceraceae

Calyceraceae é uma família de pequeno porte e localizada apenas no continente sul-americano, abrangendo seis gêneros e, aproximadamente, 60 espécies. As regiões de maior distribuição são a dos Andes e a região da Antártica, mas aqui no Brasil é possível encontrar dois gêneros e cinco espécies. Estes vegetais acumulam reserva de carboidratos sob a forma de inulina, um polissacarídeo de composição semelhante à do amido com o objetivo de armazenar carbono para o indivíduo. As caliceráceas também produzem iridóides, porém não produzem nem taninos, nem ácido elágico, nem látex ou os poliacetilenos e lactonas sesquiterpênicas (químicos bem comuns e frequentes em Asteraceae).

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Calyceraceae

O processo de polinização ainda não está muito claro, mas alguns estudos apontam que a dispersão dos frutos desta família ocorre quando estes são aderidos aos corpos dos animais eventuais (que funcionam como veículos), este processo é conhecido como epizoocoria.

Em seu habitat natural, Calyceraceae pode ser encontrada sob a forma de ervas anuais (com ciclo de vida que não passa de um ano), bianuais (que crescem vegetativamente no primeiro ano e florescem e frutificam no segundo ano) ou perenes (cujo ciclo de vida sobrevive por mais de dois anos). Quase não são encontradas como subarbustos. Morfologicamente a epiderme não possui pêlos, não apresentam estípulas e as folhas são inteiras, quase sempre arranjadas de maneira a compor rosetas simples e dispostas alternamente. As inflorescências podem ser terminais ou axilares, do tipo capítulos solitários ou panículas cimosas. As flores são bissexuais, com simetria actinomorfa (quase nunca será simetria zigomorfa, mas pode ocorrer) e epíginas (com ovário ínfero). As sépalas estão sempre unidas e podem ser iguais ou desiguais. As pétalas também estão unidas formando uma estrutura que se assemelha a um funil, e a disposição que pétalas e sépalas se encontram antes da exposição dos órgãos sexuais da flor é definida como prefloração valvar. Essa disposição ocorre quando as peças florais entram em contato umas com as outras através de suas bordas. O androceu tem quantidade de estames igual à quantidade de sépalas ou pétalas e os filetes estão muito aderidos formando uma espécie de tubo. O ovário tem dois carpelos, um lóculo com um óvulo apenas.

Os frutos de Calyceraceae são do tipo aquênio, estruturas pequenas com uma semente apenas.

Esta família não tem uma expressão econômica relevante.

Bibliografia:
http://www.britannica.com/EBchecked/topic/90363/Calyceraceae
http://pt.wikipedia.org/wiki/Planta_bienal
http://pt.wikipedia.org/wiki/Planta_anual