Objeto direto pleonástico

Pós-graduada em Língua Portuguesa e Literatura (Mackenzie, 2016)
Licenciada em Letras Português-Inglês (FMU, 2012)

O termo pleonástico vem da palavra pleonasmo, figura de linguagem que emprega palavras que produzem redundância, com a intenção de realçar as ideias mencionadas de forma oral ou na escrita.

Exemplo: Eu vi com meus próprios olhos.

O objeto direto pleonástico ocorre quando se tem a intenção de chamar a atenção para o objeto direto que vem antes do verbo, repetindo-o na sequência.

Exemplo: O presente, Danilo recebeu-o no dia se seu aniversário.

Nota-se que o objeto direto é colocado no início da frase, para em seguida, repeti-lo com uma das seguintes formas nominais (o, a, os, as).

Com a intenção de dar ênfase, o pronome “lhe” (lhes) é usado para repetir o objeto indireto expresso por um substantivo inserido no início da frase:

Exemplo: Ao homem mesquinho basta-lhe um burrinho.

Além disso, também para destacar o objeto direto ou indireto, o objeto direto pleonástico pode ser constituído de um pronome átono:

Exemplo: A mim, ninguém me faz feliz.

Por fim, pode-se entender a partir dos conceitos e exemplificações mencionadas anteriormente que o objeto direto pleonástico é usado unicamente para dar ênfase ao objeto direto, que precede antes do verbo, sendo repetido depois.

Leia também:

Fontes:

CELSO, C; LINDLEY, C. Nova gramática do português contemporâneo. 6 ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2009. p. 156-157.

HILDEBRANDO. A. A. Gramática ilustrada. 2 ed. São Paulo: Editora Moderna, 1991. p. 367.

Arquivado em: Português