Tipos de predicado

Mestre em Ciências Humanas (CEFETRJ, 2014)
Especialista em Linguística, Letras e Artes (CEFETRJ, 2013)
Graduada em Letras - Literatura e Língua Portuguesa (UFRJ, 2011)

Tradicionalmente, distinguimos o predicado de uma oração em três tipos, a depender de que elemento figura como seu núcleo: predicado verbal, predicado nominal e predicado verbo-nominal. Essa não é somente uma questão de nomenclatura, é uma classificação importante que leva em conta quem é o predicador de uma dada oração.

O predicador é o grande organizador da oração, aquele termo ao qual se subordinam todos os outros elementos no entorno; é o elemento que determina quantas posições sintáticas será necessário ocupar oração, que tipo de elementos podem ocupar essas posições, se nomes, se pronomes, se verbos etc.

Predicado verbal

Dessa forma, temos que no predicado verbal o núcleo é um verbo significativo, isto é, um verbo que seleciona entre uma e quatro outras posições sintáticas na mesma oração a serem ocupadas por complementos seus para que a oração tenha sentido completo.

Como, por exemplo, “transferir” na oração “Maria transferiu o dinheiro da conta dela para a minha”, é um verbo significativo que prevê quatro posições sintáticas na sua predicação básica, o que significa dizer que esse é um verbo que necessita da presença de mais outros quatro elementos que completem o seu sentido na frase. Ao passo que em “morrer” em “A flor morreu” é um verbo significativo que prevê apenas uma posição sintática, a de sujeito, para completar seu significado.

Predicado nominal

Já o predicado nominal é aquele que tem como núcleo um nome capaz de predicar, de prever outras posições sintáticas na mesma oração para completar o seu significado. Há verbo nesse tipo de oração, mas não são verbos significativos, são verbos de ligação que apenas cumprem o papel de ligar o predicador ao seu referente, ou o predicativo ao seu sujeito. É nominal qualquer predicado em qualquer oração com verbo de ligação, como no exemplo “A prova estava difícil”, em que o nome adjetivo “difícil” é o predicador da oração, é ele o elemento que prevê uma posição sintática a ser ocupada um ente que receberá essa característica, precisa existir algo para ser chamado de difícil; essa posição é a de sujeito, ocupada no exemplo pelo elemento “A prova”. O verbo nessa frase apenas liga sujeito e seu predicativo.

Predicado verbo-nominal

O predicado verbo-nominal é aquele que conta, em seu núcleo, com um verbo significativo e, ao mesmo tempo, com um predicador nominal. A predicação, nesses casos, não vem só de um elemento, mas de ambos, os dois elementos preveem posição sintática na mesma oração para terem seu significado completo. É o caso de “A chuva caía fina” ou “O povo votou consciente”, em que o verbo prevê uma posição de sujeito e um nome adjetivo também a prevê e essa posição é ocupada pelo mesmo elemento em função sintática de sujeito; na primeira frase “A chuva” é sujeito de “caía” e é também sujeito que recebe característica descrita pelo predicador nominal “fina”. Na segunda frase, “O povo” é sujeito de “votou” e é também o elemento que recebe característica descrita pelo predicador nominal “consciente”.

Bibliografia:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. Rio de Janeiro : Nova Fronteira,. 2009.

Arquivado em: Português