Adesivo anticoncepcional

Doutora em Ciência Animal (UFG, 2020)
Mestrado em Ciências Veterinárias (UFU, 2013)
Graduação em Ciências Biológicas (UEG, 2010)

O adesivo anticoncepcional é um método contraceptivo hormonal a base de análogos de estrógenos e progestógenos. Esses hormônios são liberados pelo adesivo constantemente, absorvidos pela pele e chegam a corrente sanguínea.

Cada adesivo, da marca mais popular, possui uma área superficial de cerca de 20 cm2, o qual libera aproximadamente 203 mcg de norelgestromina e 33,9 mcg de etinilestradiol num período de 24 horas.

Modo de Ação

Assim como os outros contraceptivos hormonais, o adesivo atua inibindo a liberação dos hormônios folículo estimulante (FSH), responsável por iniciar o ciclo ovariano e o hormônio luteinizante (LH), responsável por desencadear a ovulação. Além disso, espessa o muco cervical, impedindo o sucesso dos espermatozoides no útero para a fecundação.

Forma de utilização

Um adesivo anticoncepcional é utilizado por semana, observando-se os seguintes passos:

1) Ao iniciar a utilização desse método, coloca-se o primeiro adesivo no primeiro dia da menstruação. Esse dia da semana será o dia de trocar os adesivos sucessivos. Por exemplo, o primeiro dia da menstruação foi na quarta-feira, esse dia da semana deve ser reservado como o “dia de troca”.

2) O adesivo deve ser substituído a cada 7 dias, no dia de troca.

3) Após utilizar 3 adesivos, faz-se uma pausa de 7 dias sem uso. Ou seja, na quarta semana após o início, não se cola nenhum adesivo. Nessa semana é esperado que a menstruação aconteça.

4) Ao finalizar a quarta semana, um novo adesivo deve ser colado no dia de troca, assim inicia-se um novo ciclo de utilização. Não importa se houve ou não menstruação ou se ela já acabou, para que seja recomeçado o uso.

5) Caso o adesivo seja descolado é necessário recolocá-lo em menos de 24 horas. Caso a mulher tenha ficado sem ele por um período superior a este ou não tenha certeza desse tempo, um novo ciclo deve ser recomeçado e deve-se utilizar o preservativo nos próximos 7 dias.

6) Se a mulher desejar mudar o dia de troca, deve ser feito na semana de pausa. Por exemplo, caso o dia de troca seja na quarta-feira, mas ela prefira a sexta-feira, ao invés de colar na próxima quarta, ela cola na sexta-feira anterior. Não é seguro ficar mais de 7 dias sem recomeçar o ciclo.

Onde colar o adesivo

Os adesivos devem ser colados na pele limpa, íntegra, seca e sem pelos. As regiões preferenciais são o braço externo superior, costas, abdômen ou nádegas. Deve-se evitar áreas com dobras de pele ou que fiquem em atrito com roupas aderentes, para evitar que ele amasse, descole ou tenha algum dano. Também, não se deve utilizar cremes ou loções em cima, para que evite interações farmacológicas.

É importante que ele esteja completamente aderido, sem bordas levantadas, pois assim a liberação hormonal será completa.

O adesivo possui uma boa aderência e não sai no banho, na piscina e na praia, quando colado corretamente.

Vantagens e Desvantagens

O adesivo é eficaz tanto quanto a pílula anticoncepcional, sendo mais prático, pois requer a substituição semanalmente e não precisa ser lembrado diariamente.

É de fácil acesso e utilização, não requer adesão do parceiro e não impede a relação sexual a qualquer época do ciclo.

Porém, pode ser desvantajoso por ser externo e poder ser visto por outras pessoas. Pode causar irritação na pele, que pode ser evitada colando cada adesivo consecutivo em locais distintos.

Esse método previne gravidez, mas não previne infecção por HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais do adesivo são semelhantes aos da pílula anticoncepcional, como dor de cabeça, inchaço, sensibilidade nos seios, trombose, hipertensão, câncer nos órgãos reprodutivos e mamas, sangramentos irregulares e escapes, além de irritação e manchas escuras na pele.

É importante que se tenha prescrição médica para mulheres que estejam amamentando. Além disso, seu efeito pode ser reduzido em mulheres acima de 90 Kg.

Custo

Esse método não é disponibilizado gratuitamente. A caixa com 3 adesivos, necessários para um mês, custa de R$74 a R$100.

Referência:

Adesivo Anticoncepcional Evra®. Brasil: Janssen, 2019. Bula. Disponível em: http://www4.anvisa.gov.br/base/visadoc/BM/BM[25758-1-0].PDF.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.