Faringe

Por Graziele Kaminski Guidi
A faringe é um órgão tubular que inicia-se nas coanas com prolongação para baixo no pescoço com a forma de um funil, seu tamanho varia de 12 à 15 cm de comprimento e de cerca de 35 mm em seu início e cerca de 15 mm no seu término. Possui comunicação com o esôfago, fossas nasais e os ouvidos. A faringe situa-se atrás das fossas nasais e a frente às vértebras cervicais, se mantém ligada a laringe e o esôfago. Contudo é possível distinguir estas ligações em diferentes segmentos:

Anatomia da Faringe. Ilustração: OpenStax College [CC-BY 3.0] / via CNX.org

Anatomia da Faringe. Ilustração: OpenStax College [CC-BY 3.0] / via CNX.org [adaptado]

  • A laringofaringe ou faringe inferior, é denominada a continuação da orofaringe ou faringe média, pela frente possui ligação com a laringe o por baixo com o esôfago;
  • A orofaringe ou faringe média, está ligada pela parte anterior com a cavidade bucal e comunica-se com a faringe superior;
  • A nasofaringe, rinofaringe ou faringe superior, é ligada pelas cavidades nasais, fazendo uma ligação com a orofaringe, é a parte mais espessa da faringe, compreende-se da base do crânio até o palato mole (céu da boca).

A faringe é composta por uma camada de músculo circular na parte externa, um revestimento fino. A parte interna é de músculos esqueléticos e revestida por uma túnica mucosa (empre úmida com o muco produzido). Nessa membrana mucosa consta acumulações de células do sistema imunológico, chamados de folículos linfóides. Funcionam como um “filtro” protegendo a mucosa faríngea dos microogranismos presentes no ar e nos alimentos. Alguns dos folículos são denominado de amígdalas, volumosos e salientes. Destacam-se: as amígdalas tubárias (duas saliências situadas na faringe superior), as amígdalas palatinas (duas saliencias localizadas nas faces laterais da faringe média) e as amígdalas faríngeas (situada no teto da laringe superior).

Os ouvidos também se comunicam com a faringe, isso ocorre através do ósteo farínico da tuba auditiva, ele é ligado na parte nasal da faringe com a cavidade média timpânica do ouvido.

Funções da Faringe

A função da faringe é a circulação de alimentos e ar. Ao respirarmos o ar entra nas fossas nasais ou pelo orifício da boca passando pela faringe, encaminhando-se para traqueia e pelos brônquios até chegar aos pulmões. No caso dos alimentos, eles sempre entram pelo orifício da boca, seguindo até a faringe média, indo ao esôfago e seguem para o estômago. É graças a presença da epiglote que ocorre essa dupla função na faringe. Ela situa-se na parte superior da laringe e serve para controlar a entrada de ar para a laringe e os alimentos para o esôfago, pois, durante a deglutição ela fecha-se, não permitindo a entrada do alimento na laringe.

Leia também:

Fonte:
http://nutrifranca.vilabol.uol.com.br/srespiratorio.html#faringe
http://www.medstudents.com.br

NETTER, Frank H. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.