Tímpano

O tímpano, também conhecido como membrana timpânica ou caixa timpânica, é uma fina membrana encontrada no fundo do meato auditivo que separa o ouvido externo do ouvido médio, ligando-se aos ossículos presentes neste último, possibilitando a transmissão do som para a cóclea (ouvido interno).

Histologicamente, o tímpano é recoberto externamente por uma delgada camada de pele e internamente por epitélio cubóide simples. Entre as duas camadas epiteliais, encontram-se uma camada de fibras colágenas e fibroblastos. Na camada externa, essas fibras encontram-se orientadas radialmente, enquanto que na camada interna encontram-se dispostas de modo circular. Além do colágeno, é possível encontrar uma fina rede de fibras elásticas. No quadrante ântero-superior da membrana timpânica não existem fibras. Deste modo, essa região fica flácida, recebendo o nome de membrana de Shrapnell.

A exploração da membrana timpânica pode ser feita por meio da otoscopia, exame visual direto do canal auditivo auxiliado por instrumentos adequados. Sua coloração habitual varia de um cinzento a branqueado.

Diversas patologias são capazes de alterar a coloração normal do tímpano, como é o caso das otites agudas, na qual a membrana timpânica adota um aspecto mais hiperêmico sobre um fundo seroso e purulento. Também pode ocorrer perda da integridade dessa membrana (perfuração do tímpano) em casos de processos traumáticos ou infecções agudas. Esta, por sua vez, pode resultar na perda auditiva parcial ou total.

Leia mais:

Fontes:
http://www.todabiologia.com/dicionario/timpano.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tímpano_(ouvido)
Histologia Básica – Luiz C. Junqueira e José Carneiro. Editora Guanabara Koogan S.A. (10° Ed), 2004.

Arquivado em: Audição