Níveis de organização em biologia

Existem vários níveis hierárquicos de organização entre os seres vivos, começando pelos átomos e terminando nos biomas. Cada um desses níveis é motivo de estudo para os biólogos.

Organização de um indivíduo

  • Átomos: uma parte muito pequena da matéria. Os átomos são divididos em prótons, nêutrons e elétrons. A junção desses átomos forma a matéria em seus estados sólidos, líquidos e gasosos.
  • Molécula: a molécula é uma junção de átomos. As moléculas constituem substâncias diversas e são formadas por átomos diferentes (H2O) ou por mesmos átomos (O2);
  • Organela: pequenas estruturas similares a órgãos que estão presentes em células animais e vegetais. Ajudam a realizar as funções vitais das células;
  • Célula: as células são as unidades funcionais que constituem órgãos animais e vegetais. Realizam respiração e reprodução além de guardar as informações genéticas dos seres;
  • Tecido: é a parte visível dos órgãos, formada por um agrupamento de células vegetais ou animais. Nossa pele, por exemplo, é um tipo de tecido. Os tecidos são responsáveis por guardarem as células, vasos sanguíneos, fazer excreções como suor.
  • Órgãos: conjunto de tecidos. Os órgãos realizam vários tipos de funções: o coração bombeia sangue, o estômago ajuda na alimentação, o intestino delgado absorve as substâncias.
  • Sistema: conjunto de órgãos interligados. Nosso sistema digestivo, por exemplo, tem boca, língua, esôfago, estômago e intestino.
  • Indivíduo: conjunto de sistemas que formam um ser vivo como, por exemplo, o ser humano, um leão, uma planta.

Organização de um grupo de indivíduos

  • Espécie: conjunto de organismos semelhantes entre si, com várias características semelhantes. Estes organismos conseguem se reproduzir entre si e gerar novos indivíduos férteis da mesma espécie. Quando espécies diferentes cruzam, nascem indivíduos estéreis. Exemplo: quando uma égua cruza com um burro, nasce uma mula (que é estéril);
  • População: indivíduos da mesma espécie que vivem em uma mesma área. A população faz com que indivíduos iguais sejam capazes de interagir. Assim, eles conseguem conviver e reproduzir, ter novos parceiros ou parceiras, serem capazes de eleger líderes, procurar comida e proteger uns aos outros dos predadores;
  • Comunidade: é formada por várias populações de espécies diferentes em um mesmo local (habitat). Cada população é capaz de interagir entre si. Por exemplo, em uma árvore pode existir uma comunidade com populações de formigas, cupins, macacos, aves;
  • Ecossistema: conjunto de comunidades que estão em um mesmo local e suas interações, por exemplo, uma floresta. Essas interações são as mais diversas como competições, migrações, predações. As comunidades também ajudam na manutenção do ecossistema de diversas maneiras como decomposição de matéria morta, equilíbrio na quantidade de indivíduos etc;
  • Biomas: conjunto de ecossistemas interligados. Há seis tipos de biomas terrestres: tundra, taiga, floresta temperada, floresta tropical, savana e chaparral. Dos aquáticos, temos: oceanos, mangues, pântanos e rios.

Arquivado em: Biologia