Limão

Por Marina Martinez
O limão é um fruto cítrico produzido pelo limoeiro, uma árvore perene de pequeno porte, do gênero Citrus, que é parte da família Rutaceae. Dispõem de folhas verdes brilhantes oblongas, elípticas ou ovaladas, flores brancas com cinco pétalas e numerosos estames. Geralmente existe a presença de vários espinhos afiados nos galhos da árvore. O limoeiro é de origem asiática e cultivado em várias partes do mundo.

Limões. Foto: Hong Vo / Shutterstock.com

Limões. Foto: Hong Vo / Shutterstock.com

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Rutaceae
Gênero: Citrus
Espécie: Citrus x limon

Os frutos possuem formato oval e podem ser de tamanhos variados, com casca lisa ou enrugados e adquirem cores que variam do verde-escuro ao amarelo-claro, com exceção da espécie que o fruto se assemelha a uma tangerina. Os limões são ricos em ácido cítrico, que confere ao fruto um sabor ácido, porém muito apreciado na culinária para o preparo de sucos (limonada), licores, temperos, doces, entre outros.

Rico em vitamina C, o limão ajuda a fortalecer as defesas do corpo para prevenir várias doenças. Também é uma boa fonte de potássio, magnésio, cálcio e fósforo. O limão ainda possui várias propriedades benéficas ao organismo, tais como: bom para a circulação (redução da pressão arterial), ajuda a digestão, previne alguns tipos de câncer, reduz os níveis de colesterol, adstringente, antibacteriano e antiviral. Utilizado como gargarejo, o limão é bom para aliviar a dor de garganta, úlceras na boca e gengivite. Além disto, o limão possui uma substância própria denominada limoneno que protege o corpo contra os efeitos destrutivos dos radicais livres.

No Brasil, os tipos de limões mais comumente produzidos e comercializados no país são o limão-taiti (de tamanho médio, casca verde e lisa, muito suculento e pouco ácido) e o limão-galego (pequeno e suculento, de casca fina, cor verde-clara ou amarelo-clara). São cultivados principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, onde a produção permanece ativa durante todo o ano. Dentre os principais produtores mundiais de limão, destacam-se México, Argentina, Espanha e Índia.

 

Os limões crescem preferencialmente em solos com PH entre 5,5 e 6,5, que estejam bem drenados. Suas raízes são geralmente superficiais, e eles se ressentem da presença de ervas daninhas ou outras plantas que competem espaço com eles. Os rendimentos de um limoeiro variam consideravelmente com a forma de cultivo, localização e condições climáticas. Na Índia, uma árvore de 6 anos de idade, produziu 966 frutos, e uma de 9 anos de idade, tinha produzido um total de 3.173 frutos. Na cultura, o limão está suscetível aos ataques de cochonilhas e ácaros, sendo o controle muitas vezes efetuado pela aplicação de inseticidas.

Leia também:

Referências Bibliográficas:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Limão
http://www.abpel.org.br/
http://frutas.radar-rs.com.br/frutas/limao/limao.htm