Região Sudeste

Por Caroline Faria
A região Sudeste é composta pelos estados de Minas Gerais (capital Belo Horizonte), São Paulo (capital São Paulo), Rio de Janeiro (capital Rio de Janeiro) e Espírito Santo (capital Vitória).

Com 927.286,2 quilômetros quadrados, a região sudeste responde por mais da metade do PIB brasileiro e também é a região de maior densidade demográfica: 78,09 habitantes por quilômetro quadrado. Ou seja, aproximadamente 43% dos habitantes do país (72.412.411 habitantes).


Região Sudeste

O relevo da região sudeste é caracterizado pela grande quantidade de cadeias montanhosas e serras, como a Serra do Mar, a Serra da Mantiqueira e a Serra do Espinhaço o que influi no clima da região. Na área litorânea o clima predominante é o tropical atlântico enquanto que na região planáltica predomina o clima tropical de altitude.

Por seu relevo característica a região possui também, um excelente potencial para geração de energia hidrelétrica que é, em sua maior parte, bastante aproveitado em usinas como a de Urubupungá (SP), que é a maior da região. É na região sudeste que nascem dois dos principais rios brasileiros: o Rio São Francisco, que nasce na Serra da Canastra em Minas Gerais, e o Rio Paraná que nasce da confluência dos Rios Grande e Paranaíba na divisa de São Paulo com Mato Grosso do Sul.

A vegetação da região sudeste (predominantemente de Mata Atlântica, com exceção da região norte de Minas Gerais onde encontramos a Caatinga), foi quase totalmente suprimida na época da colonização para dar lugar às culturas de cana-de-açúcar e café. Mais tarde, o intenso processo de industrialização conferiu a região as duas maiores megalópoles do país, as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, capitais dos Estados de mesmo nome, e as feições que a caracterizam atualmente.