Jaguatirica

Por Thais Pacievitch
A jaguatirica (Felis pardalis ou Leopardus pardalis), ocelote ou gato-do-mato, é um mamífero quadrúpede que pertence à família Felidae e à ordem Carnívora. Este felino, originário do continente americano, pode ser encontrado desde a Costa Rica até a Argentina.

Quando adulto, seu comprimento pode chegar até 1,35 m (incluindo o rabo), sua altura pode chegar a 50 cm, seu peso oscila entre 11 e 16 kg e sua expectativa de vida é de até 20 anos. A jaguatirica, considerada um felino de tamanho médio, é o terceiro maior felino da América, ficando atrás somente da onça pintada e do puma. Sua pelagem é espessa, curta e macia. A cor da pelagem é marrom, branco e preto. No Brasil, a jaguatirica é encontrada no Pantanal, Mata Atlântica, Cerrado e na Amazônia.

Foto: Silvio Esgalha

Este animal tem hábitos noturnos (embora possa também caçar durante o dia) e vive nas matas, caça com habilidade tanto no solo como em cima de árvores. A jaguatirica tem unhas bem afiadas, que são constantemente afiadas em cascas de árvores. Sua alimentação é variada, sua dieta inclui aves, pequenos mamíferos (macacos, morcegos e roedores), anfíbios, répteis e, em alguns casos, até peixes. Quando mantida em cativeiro, este animal se alimenta de carne picada e pequenos animais abatidos.

As jaguatiricas só vivem em pares na época do acasalamento, depois disso, a fêmea expulsa o macho antes mesmo dos filhotes nascerem e é ela que os cria. O desmame ocorre entre 8 e 10 semanas. O macho atinge a maturidade sexual em 2 anos e as fêmeas em um ano e meio. A cada 5 meses, em média,

as fêmeas entram no cio, que dura de 7 a 10 dias. O período de gestação dura aproximadamente 70 dias e nascem no máximo três filhotes, geralmente um ou dois. O peso do filhote, ao nascer, é de 90g.

No Brasil, mesmo sendo proibida, a caça à jaguatirica ocorre abundantemente no nordeste e menos em outras regiões. Isto se deve a grande procura pela pele deste animal, que é muito bonita. Além disso, existe também o contrabando de animais, visto que a jaguatirica é tida em muitos lugares como um bicho de estimação exótico. Como acontece com muitos animais a jaguatirica está ameaçada de extinção devido à destruição do seu habitat. Observou-se uma particularidade neste animal, dada a destruição do seu meio ambiente e do conseqüente sumiço dos animais dos quais deveria se alimentar, a jaguatirica aproximou-se de centros urbanos, onde pode sobreviver caçando animais domésticos e até se alimentando de carniça.

Fontes:
http://www.iflorestsp.br/cantareira/
http://www.riobranco.org.br/arquivos/sites2008/6_agosto/grupo8/Orc/corpo%20ff%20sul.htm