Complemento Verbal

Por Ana Paula de Araújo
Existem algumas palavras na língua portuguesa que necessitam de complementos para serem compreendidas adequadamente.

É o exemplo da palavra “necessidade”:

“Tenho necessidade de um médico.”

Como podemos ver acima, a palavra necessidade está sendo completada pelas palavras “um médico”. Esse termo é chamado de Complemento Nominal, porque serve para completar o sentido de um nome.

Acontece a mesma coisa com os verbos, eles também, em muitas situações, precisam ser completados para que se entenda o sentido que eles exprimem.

Ex: “Necessitamos de um médico urgentemente.”

No caso acima, ao invés de um “nome” (substantivo), temos um verbo. E como podemos notar, o complemento desse verbo é o mesmo do exemplo anterior “um médico”. Nesse caso, porém, como completa o sentido de um verbo, o termo “um médico” é chamado de Complemento Verbal.

 

Os complementos verbais podem ser:

 

Objeto Direto (completa os verbos transitivos diretos)

Ex: “A mãe queria imediatamente seu filho.”

No exemplo acima, chamamos o complemento “seu filho” de Objeto Direto, porque não vem acompanhado de preposição.

(“Quem quer, quer algo”) Este “algo” é o complemento do verbo querer. Neste caso: “queria seu filho”.

Objeto Indireto (completa os verbos transitivos indiretos)

Ex: “A cozinheira precisava de ajuda.”

No exemplo acima, chamamos o complemento “ajuda” de Objeto Indireto, porque vem acompanhado de preposição (de).

(“Quem precisa, precisa de algo”) Este “algo” é o complemento do verbo precisar. Neste caso: “precisava de ajuda”.

Predicativo do Sujeito

O predicativo do Sujeito não é considerado, por alguns gramáticos, um complemento verbal, mas quando vem em seguida de um verbo de ligação, ele se comporta semelhantemente aos Objetos Direto e Indireto, completando o sentido do verbo.

Ex: “O rapaz está adoentado.”

No exemplo acima, chamamos o complemento “adoentado” de Predicativo do Sujeito, porque caracteriza o sujeito e vem em seguida de um verbo de ligação.

OBS: Para definir qual o complemento verbal, uma dica é observar o verbo ao qual este se liga. Se o verbo for de LIGAÇÃO, então é porque trata-se de um Predicativo, se o verbo for TRANSITIVO DIRETO é porque se trata de um Objeto Direto, e se o verbo for TRANSITIVO INDIRETO é porque seu complemento é um Objeto Indireto.