Período Paleolítico

Por Tiago Ferreira da Silva
O Período Paleolítico é a era histórica mais extensa da humanidade: abrange por volta de 3 milhões de anos atrás até cerca de 10.000 a.C. . Foi nesse período que os grupos humanos começaram a utilizar utensílios de chifres de animais ou de rochas para desenvolverem a caça e se protegerem de outros grupos nômades, formando objetos pontudos - ou lascas - que deu margem para que essa era também ficasse conhecida como Idade da Pedra Lascada.

Grande parte dos restos mortais desse período foram encontrados na Europa - especialmente França e Espanha -, por volta de todo o continente africano, na Índia e na China. A baixa temperatura da época fazia das cavernas o lar dos hominídeos que viveram durante o período, tais como o Australopithecus, Homo Habilis, Homo Erectus e Homo Sapiens.

Por compreender um vasto período das primeiras atividades humanas, os historiadores e arqueólogos subdividem o Período Paleolítico em inferior e superior.

Paleolítico Inferior

Onde florescem as primeiras estruturas sociais e onde os primeiros artefatos começam a ser fabricados pelo homem, como armas de pederneira, objetos de madeira e lascas de pedra. Apesar de serem nômades, têm afeição familiar e fazem uso do fogo, principal descoberta humana do período.

Paleolítico Superior

Surge o homem de Cro-Magnon - oriundo da Ásia, migrando pela África até chegar na Europa -, que morava nas cavernas graças ao constante esfriamento do planeta devido à 4ª Era Glacial. Ele desenvolveu sua cultura no continente europeu e tinha qualidades humanoides primitivas mais favoráveis que as outras espécies: tinham estatura média de 1,70m, cabeça comprida e maior capacidade cerebral. Além de tudo isso, já caçava animais de grande porte através de armadilhas terrestres, o que comprova sua superioridade de inteligência.

Com o passar dos anos, os homens deste período começaram a viver em grandes grupos. Para enfrentar o frio, quando migravam para regiões de poucas cavernas, construíam moradias rústicas com peles de animal, rochas e gravetos. No período Paleolítico Superior, o homem começa a desenvolver a pintura rupestre nas cavernas, permitindo um entendimento contemporâneo maior de sua cultura.

Segundo alguns arqueólogos, é nesse período que o homem começa a se apegar à sobrenaturalidade, dando origem à religião. Eles cultivavam o poder feminino da natalidade e as consideravam superiores por gerarem a vida ao engravidar.

No fim da era paleolítica, o planeta estava começando a sofrer variações climáticas glaciais. Apesar de extensos períodos de frio, a temperatura começou a amenizar e ficar mais favorável aos humanos primitivos, suscitando em grandes mudanças entre o intervalo histórico de mais de 10.000 anos de transição do Período Paleolítico ao Período Neolítico, chamado de Revolução Neolítica pelo historiador Gordon Childe.

Leia também: