Papa Gregório IV

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Gregório IV foi o 101º papa da história da Igreja Católica.

Nascido no ano 790, em Roma, Gregório viveu uma época de ruína do Império Romano. No decorrer do século VIII, os romanos perderam o controle do vasto território que dominavam, enfrentaram revoltas e escassez de escravos, crises políticas internas e ameaças de povos bárbaros que avançavam dia após dia sobre os domínios romanos. No final do século, Roma já não era mais o Império de outrora e ainda corria sérios riscos de ser dominada por invasores. Uma das maiores ameaças naquele momento vinha do Oriente, pois os muçulmanos, seguidores de uma nascente religião monoteísta fundada por Maomé, já se organizavam em expedições expansionistas. Envolto por este período conturbado, Gregório foi eleito cardeal da Basílica de São Marcos e desenvolveu vários trabalhos de apostolado nos países nórdicos. Com o falecimento do Papa Valentino, Gregório foi eleito para ser seu sucessor no dia 20 de setembro de 827.

O Papa Gregório IV, contudo, não tomou posse assim que eleito. A crise do período era realmente intensa e o Imperador Carolíngio Luís I, filho de Carlos Magno, resolveu dividir o Império entre seus filhos Lotário I, Pepino e Luís II. O processo foi demorado e atrasou a posse do novo papa em seis meses. Gregório IV só assumiu seu papado no dia oito de março de 828, após reconhecer a supremacia do Imperador Luís I e tomar partido em favor de Lotário I, pois este defendia a unidade do império.

Mas os problemas internos não resumiam as preocupações de Gregório IV, a ameaça muçulmana persistia. Assim, o papa logo mandou reforçar as muralhas de Roma, temendo ataques dos muçulmanos que já se encontravam na Sicília. Ele apoiou o confronto direto que resultou em cinco vitórias seguidas na África sobre os muçulmanos de um exército comandado pelo Duque de Toscana. No entanto, essas vitórias não foram o suficiente para impedir que os muçulmanos contra-atacassem destruindo duas cidades da península itálica e reestabelecendo o temor em Roma.

Mesmo em meio a tantos problemas, o papado de Gregório IV foi longo, durou 16 anos. Simultaneamente ao combate contra os invasores e as tentativas de equilibrar a política interna, o papa ainda conseguiu contribuir para o desenvolvimento da arquitetura romana e promover a celebração do Dia de Todos os Santos, que acontece todos os anos no primeiro dia de novembro.

O Papa Gregório IV faleceu aos 54 anos de idade, no dia 11 de janeiro de 844, e foi sucedido pelo Papa Sérgio II.

Fontes:
DUFFY, Eamon. Santos e Pecadores: história dos Papas. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
FISCHER-WOLLPERT, Rudolf. Os Papas e o Papado. Petrópolis: Editora Vozes.

Arquivado em: Biografias