Os 20 aminoácidos essenciais ao organismo

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Aminoácidos, ou simplesmente aa, são moléculas orgânicas que apresentam um carbono saturado, denominado de carbono alfa, que realiza uma ligação com um átomo de hidrogênio, com um grupamento amino, com um grupamento ácido e com um radical orgânico qualquer, sendo esta última ligação a que distingue um aminoácido de outro. Com relação à sua denominação, estão presentes as funções amina e ácido carboxílico, obrigatoriamente, em toda molécula de aa. A estrutura elementar de um aa é representada na figura abaixo:

Estrutura básica de um aminoácido (aa).

Estrutura básica de um aminoácido (aa).

Aminoácidos realizam ligações peptídicas (a partir do grupo carboxílico do primeiro e do grupo amina do segundo, com liberação de uma molécula de água). São considerados aa essenciais ao organismo aqueles que este não é capaz de sintetizar, ou seja, aqueles que devem ser obtidos a partir da alimentação, e necessita para a produção de proteínas. Os aa essenciais são em número de vinte, conforme pode ser observado, em sua nomenclatura e fórmula estrutural:

tabela aminoacidos

 

Com relação às funções desses vinte aa no organismo, abaixo apresenta-se algumas dessas, de forma resumida:

  • ÁCIDO ASPÁRTICO: Auxilia o organismo na eliminação da amônia, assim como na proteção do sistema nervoso central.
  • ÁCIDO GLUTÂMICO: Trata-se do principal combustível cerebral. Considera-se esse aa como o grande responsável pelo bom funcionamento do cérebro.
  • ALANINA: É utilizado como fonte precursora do ácido pantatênico.
  • ARGININA: Auxilia no funcionamento normal da glândula pituitária. É também empregado na desintoxicação geral do organismo. Forma o colágeno em uma grande proporção.
  • BCAA: Trata-se de um complexo que envolve três aminoácidos, são eles a leucina, a isoleucina e valina. São essenciais para a produção da massa corporal, sendo constantemente utilizado como suprimento para atletas de alta performance.
  • CISTEÍNA: Representa uma importante fonte de enxofre para o organismo. Auxilia na desintoxicação do organismo e atua no sistema imunológico. Está também envolvido no crescimento dos cabelos, unhas e na regeneração cutânea.
  • FENILALANINA: Atua na tireóide e no funcionamento dos vasos sanguíneos. Apresenta importante efeito antidepressivo, assim como no humor e na atenção.
  • GLICINA: É o aminoácido mais simples, estruturalmente. Atua no funcionamento do sistema nervoso e nos tecidos musculares.
  • ISOLEUCINA: É importante para o funcionamento do sistema imunológico.
  • LEUCINA: Está diretamente envolvido no ganho e na perda de peso.
  • LISINA: Está envolvido no sistema imunológico do organismo; é importante para a produção de células brancas.
  • METIONINA: Auxilia na manutenção do fígado e dos rins, assim como no controle do colesterol. Também está envolvido na coloração cutânea.
  • TREONINA: Atua na prevenção de diversas disfunções intestinais.
  • TRIPTOFANO: Cerebralmente, é utilizado na produção da serotonina, em co-participação de vitaminas do complexo B.

Referências:
FELTRE, Ricardo, Química Orgânica, Ed. Moderna, 6ª Edição, São Paulo, 2004.
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando, Biologia, Ed.Ática, 1ª Edição, São Paulo, 2007.
Tabela de aminoácidos: http://www.fcfar.unesp.br/alimentos/bioquimica/imagens/TABELA_AA.GIF

Arquivado em: Bioquímica