Otoscopia

Define-se otoscopia como um exame visual do canal auditivo externo que envolve também o tímpano, por meio do auxílio de instrumentos específicos.

Este exame comumente é realizado nos exames clínicos gerais ou de controle, sendo esta uma ferramenta que colabora com o diagnóstico de diversas patologias que acometem o canal auditivo externo (mesmo que seja como método de exclusão), como é o caso de processos inflamatórios, infecciosos, presença de corpos estranhos, tampões de cerúmen, entre outros. Este exame também permite avaliar o funcionamento da trompa de Eustáquio, estrutura que liga o ouvido médio à fossa nasal contígua.

O exame é realizado introduzindo-se um diminuto espéculo no canal auditivo do paciente, iluminando o mesmo com uma lâmpada ou um espelho que reflita a luz, sendo que esta deve estar acoplada à cabeça do médico. Contudo, atualmente, o mais comum é utilizar o otoscópio elétrico, movido a pilhas, que consiste em um espéculo composto por lentes que centraliza o feixe de luz numa lente de aumento que amplia as estruturas.

O otorrinolaringologista também pode utilizar o otomicroscópio, que é um aparelho que possibilita uma visão binocular e em maiores dimensões do tímpano e do canal auditivo externo. Outra vantagem deste aparelho, é que ele possibilita a visualização do ouvido a uma considerável distância, permitindo que o médico fique com as mãos livres para efetuar diferentes manobras, incluindo intervenções cirúrgicas.

Fontes:
http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=538
http://www.medicinapratica.com.br/tag/otoscopia/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Exames Médicos