Questões da prova UFRGS 2020

Selecionamos as questões mais relevantes da prova de vestibular UFRGS 2020. Confira!
* Obs.: a ordem e número das questões aqui não são iguais às da prova original.

Questão 171:

Observe a tabela abaixo.

Considere as seguintes afirmações a respeito da situação demográfica da população indígena no Brasil, apresentada na tabela.

I - A população indígena aumentou em ritmo mais rápido do que a população não indígena brasileira, entre 1991 e 2010.

II - A população indígena, no espaço urbano, diminuiu entre 2000 e 2010.

III - A população indígena, nos espaços rurais, aumentou entre 1991 e 2010.

Quais estão corretas?


Questão 172:

Leia o segmento abaixo.

A lei federal 7.661, de 1988, estabelece, no seu artigo X, que no Brasil as praias "(...) são bens públicos de uso comum do povo, sendo assegurado, sempre, livre e franco acesso a elas e ao mar, em qualquer direção e sentido, ressalvados os trechos considerados de interesse de segurança nacional ou incluídos em áreas protegidas por legislação específica".

Disponível em: <https://apublica.org/colecaoparticular/>. Acesso em: 31 mai. 2019.

Sobre a situação de espaços públicos no Brasil, considere as afirmações abaixo.

I - O controle de acesso em praias é realizado normalmente pelas comunidades tradicionais sem a autorização do poder público.

II - O controle de acesso em praias é um direito do proprietário, de acordo com princípios constitucionais.

III - O controle de acesso em praias é realizado normalmente por moradores, com finalidade de privatização de espaços públicos.

Quais estão corretas?


Questão 173:

Observe a tabela abaixo, que apresenta a taxa de desocupação (%) das pessoas de 14 anos ou mais de idade, por Unidades da Federação do Brasil.

Sobre os dados apresentados na tabela, é correto afirmar que


Questão 174:

Leia o texto abaixo que apresenta um trecho do Discurso Fúnebre de Péricles, citado pelo historiador Tucídides (460-396 a.C.).

A nossa constituição não imita as leis dos estados vizinhos. Em vez disso, somos mais um modelo para os outros do que imitadores. O governo favorece a maioria em vez de poucos – por isso é chamado de democracia. Se consultarmos a lei, veremos que ela garante justiça igual para todos em suas diferenças particulares; quanto à condição social, o avanço na vida pública depende da reputação de capacidade.

As questões de classe não têm permissão de interferir no mérito, tampouco a pobreza constitui um empecilho: se um homem está apto a servir ao Estado, não será tolhido pela simplicidade da sua condição.

THUCYDIDE. O Euvres complètes . Paris: Gallimard, 1998. p. 811-812.

Com relação à democracia ateniense no século V a.C., considere as afirmações abaixo.

I - A isonomia – igualdade de direitos para todos os cidadãos perante a lei – era uma característica da democracia ateniense.

II - Todos os cidadãos, na Assembleia, tinham o direito ao voto, mas somente os cidadãos de origem nobre tinham o direito a discursar.

III - Atenas vetava a participação política das mulheres, estrangeiros e escravos, uma vez que esses não eram considerados cidadãos.

Quais estão corretas?


Questão 175:

Leia o enunciado abaixo.

No dia 15 de abril de 2019, um incêndio destruiu uma parte importante da Catedral de Notre-Dame, em Paris, um dos mais famosos edifícios medievais franceses. Embora construções anteriores tenham existido no mesmo local, foi a partir dos séculos XII e XIII que a igreja passou a tomar sua forma mais conhecida, período em que houve a consolidação ........ na Europa. Sua arquitetura é hoje uma das mais conhecidas manifestações do estilo ........, predominantemente ......... e marcado pela grandiosidade para abrigar o número crescente de fiéis. Trata-se de um modelo arquitetônico que obedece a uma ........ e que mantém relações de fundo com a filosofia escolástica.

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado acima.


Questão 176:

A coluna da esquerda abaixo lista eventos que relacionam política e religião no contexto das reformas religiosas; a da direita, descrições desses eventos. Associe adequadamente a coluna da direita à da esquerda.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é


Questão 177:

Com relação à história das sociedades nativas das Américas, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso)as afirmações abaixo.

( ) A civilização Maia caracterizou-se pela hierarquia política fraca, pelo monoteísmo e pelo desinteresse ao conhecimento da natureza.

( ) O império Asteca notabilizou-se pelo desenvolvimento urbano de sua capital, Tenochtitlán, pela crença em vários deuses e por uma estrutura política centralizada.

( ) A sociedade Inca foi marcada pela rígida separação entre poder político e religião, pelo baixo desenvolvimento agrícola e pela economia de caráter exclusivamente pecuário.

( ) Os povos Tupi-Guaranis garantiam sua subsistência a partir da caça, da pesca e do cultivo de vegetais como a mandioca.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é


Questão 178:

Leia o enunciado abaixo.

No contexto das grandes navegações, iniciou-se um processo de deslocamento do eixo comercial e econômico europeu do ........ para o ........ . Em função da ........ do comércio, desenvolveram-se concepções econômicas na Europa, no século XVI, que ficaram conhecidas como ........ .

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado acima, na ordem em que aparecem.


Questão 179:

A respeito da expansão europeia, da conquista e da ocupação da América Espanhola, considere as afirmações abaixo.

I - A encomienda era um sistema no qual indígenas deveriam fornecer mão de obra e pagar tributos a colonos espanhóis.

II - A conquista foi pacífica em relação aos Estados indígenas organizados, elemento que facilitou a rendição dessas populações.

III - A escravidão de povos autóctones foi um expediente comum, utilizado pela Coroa, contra indígenas capturados em guerras ou que se rebelassem.

Quais estão corretas?


Questão 180:

Leia o seguinte texto a respeito das disputas fronteiriças entre as coroas ibéricas no sul do continente americano, ao longo do século XVIII, e o protagonismo indígena no contexto de tais disputas.

Durante um período de conflito agudo nas reduções, em meados do século XVIII, os Guarani escreveram intensamente, os documentos produzidos por eles permitem repensar as relações estabelecidas com o território missioneiro e, especialmente, suas formas de ação política. Esse conjunto de documentos indica uma discussão pouco referida pela historiografia dedicada ao tema, ou seja, a existência da defesa por escrito de um direito a resistir a uma ordem real injusta dos Guarani em redução [...]. A disputa pelas fronteiras na América do Sul, resultado da rivalidade entre as duas monarquias ibéricas, esteve caracterizada por uma ativa participação dos agentes locais. Diante das implicações dessa permuta, a elite indígena procurou estabelecer negociações que lhe garantissem o controle das terras orientais.

NEUMANN, Eduardo Santos; BOIDIN, Capucine. A escrita política e o pensamento dos Guarani em tempos de autogoverno (c.1753). Revista Brasileira de História , v. 37, n. 75, 2017, p. 98.

Em relação a essas disputas, é correto afirmar que


Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 [18] 19 20 21 22