Literatura na Idade Média

Pós-graduada em Língua Portuguesa e Literatura (Mackenzie, 2016)
Licenciada em Letras Português-Inglês (FMU, 2012)

A literatura na Idade Média ocorreu durante os séculos V e XV, até o início do Renascimento. Nessa época, a sociedade medieval era rural e autossuficiente, a qual esteve baseada no sistema feudal. As pessoas não tinham acesso à educação regular, somente os membros da Igreja e os nobres sabiam ler. Sabendo da situação da população, os membros da Igreja escreveram textos e livros que ficaram restritos aos integrantes do clero e membros da nobreza. Tornando-se assim, como tema principal da literatura na Idade Média, a religião. Ficou marcante também o uso do latim, e temas históricos e amorosos.

O trovadorismo foi a primeira manifestação literária da língua portuguesa. Surgiu no século XI na região de Provença, na França. Mais tarde, espalhou-se pelo continente europeu. O movimento tem esse nome, pois o trovador era seu personagem principal. Ele era autor das cantigas e os jograis eram os cantores. Além deles, os menestréis cantavam e tocavam as músicas, que eram acompanhadas por alaúdes, violas e flautas.

Essas cantigas trovadorescas foram as principais expressões literárias, as quais eram acompanhadas de música, por isso deu-se o nome cantigas. Destacou-se as cantigas de amor, de escárnio, de maldizer e de amigo. Também foram produzidas prosas, chamadas de novelas de cavalaria, cronicões, hagiografias e nobiliários.

Além do trovadorismo, há outro movimento literário na literatura na Idade Média: o humanismo. Esse movimento literário representa uma fase de transição entre o trovadorismo e o classicismo, isto é, de transição da cultura medieval para a cultura clássica.

Iniciou-se com a nomeação de Fernão Lopes para cronista-mor da Torre do Tombo, em 1418. O movimento abordou temas religiosos, também teve influência da filosofia grega. Ficou marcado por textos escritos em latim, livros feitos à mão e copiados pelos monges copistas, pergaminhos que serviam para escrever textos, livros ilustrados com iluminuras (desenhos feitos nas margens) e a partir do século XII, foram desenvolvidos textos relatando sobre feitos heroicos, guerras, batalhas, cruzadas e a vida dos cavaleiros medievais.

Nessa época, destacou-se o Ciclo Literário Arturiano, que se refere ao Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda. Também foram produzidos textos em prosa historiográfica, poesia palaciana e o teatro popular, como o de Gil Vicente, considerado como personagem principal.

O humanismo terminou em 1527, em decorrência do retorno do poeta Sá de Miranda à Itália que apresentou um novo estilo. Já a Idade Média terminou com a tomada de Constantinopla pelos turcos em 1453.

Arquivado em: Literatura